Home Artigos Refutando o “Professor” de “Física Quântica” Laércio Fonseca

Refutando o “Professor” de “Física Quântica” Laércio Fonseca

Isso não tem a ver com a religião e sim com pseudociência. O nome do vídeo é ‘Física Quântica e Espiritualidade‘ que é apresentado pelo professor Laércio.

No qual além dele abordar miticismo quântico (uma física quântica distorcida com conceitos de espiritualidade), ele aborda também ufologia esotérica (que é a pseudociência que mistura o conceito de espiritualidade com a existência de supostas civilizações extraterrestres que nem sabemos se realmente existem, pois não há uma única evidência para sustentar tal alegação).

Suposto “extraterrestre” que eles dizem manter contato:

Ashtar

Ashtar Sheran, o ET Loiro

Obviamente que ele enrola demais até chegar na parte sobre “espiritualidade” (miticismo quântico). Você pode encontrar mais informações sobre essas pseudociências transvestidas de ciência aqui, aqui e aqui ou se preferir você pode verificar a lista de todas as pseudociências reconhecidas pela comunidade científica aqui.

Primeiramente, vamos separar ciência de pseudociência:

  • Ciência do latim pode ser traduzido como conhecimento, refere-se a qualquer conhecimento ou prática sistemáticos. Em sentido estrito, ciência refere-se ao sistema de adquirir conhecimento baseado no método científico bem como ao corpo organizado de conhecimento conseguido através de tais pesquisas.

O método científico pode ser resumido nessa tabela:

Esboço contendo os principais passos do método científico. O método começa pela observação, que deve ser sistemática e controlada, a fim de que se obtenham os fatos científicos. O método é cíclico, girando em torno do que se denomina Teoria Científica, a união indissociável do conjunto de todos os fatos científicos conhecidos e de um conjunto de hipóteses testáveis e testadas capaz de explicá-los. Os fatos científicos, embora não necessariamente reprodutíveis, têm que ser necessariamente verificáveis. As hipóteses têm que ser testáveis frente aos fatos, e por tal, falseáveis. As teorias nunca são provadas e sim corroboradas.

Esboço contendo os principais passos do método científico. O método começa pela observação, que deve ser sistemática e controlada, a fim de que se obtenham os fatos científicos. O método é cíclico, girando em torno do que se denomina Teoria Científica, a união indissociável do conjunto de todos os fatos científicos conhecidos e de um conjunto de hipóteses testáveis e testadas capaz de explicá-los. Os fatos científicos, embora não necessariamente reprodutíveis, têm que ser necessariamente verificáveis. As hipóteses têm que ser testáveis frente aos fatos, e por tal, falseáveis. As teorias nunca são provadas e sim corroboradas.

  • Pseudociência é qualquer tipo de informação que se diz ser baseada em fatos científicos, ou mesmo como tendo um alto padrão de conhecimento, mas que não resulta da aplicação de métodos científicos. A pseudociência é uma reivindicação, crença ou prática que se apresenta como científica, mas não adere a um método científico válido, carece de provas ou plausibilidade, não podendo ser confiavelmente testado, ou de outra forma, não tem estatuto científico.

Agora vamos separar Física Quântica (ciência) de Miticismo Quântico (pseudociência) para conseguirmos definir melhor os conceitos estabelecidos pelo professor Laércio:

Em Física Quântica uma citação que resume bem sua complexidade é a seguinte: “se você dizer que entendeu o que é física quântica, é porque você não entendeu.”

Vou explicar quatro fundamentos básicos da física quântica que considero os pontos mais importantes:

1 – Partículas são tratadas como ondas: o primeiro ponto importante a se ter em mente na mecânica quântica, ora partículas são tratadas como ondas, ora ondas são tratadas como partículas, isso pode parecer não suscitar nada importante, mas o fato é que a física de ondas pode ser bem diferente da física para partículas, os exemplos mais comuns são a difração e interferência, mas o próprio Princípio da Incerteza (a incapacidade de se conhecer com precisão simultânea o momento e a posição de uma partícula) pode ser entendido como uma manifestação dessa natureza ondulatória.

2 – Princípio da superposição: outra manifestação importantíssima dessa natureza ondulatória, e é o segundo ponto importante, é que justamente por objetos receberem um “tratamento de onda”, nós não precisamos mais falar que a partícula percorreu um caminho no espaço, uma onda não é um objeto confinado no espaço. De fato, pode-se dizer que uma partícula percorre todos os caminhos possíveis de um ponto A até um ponto B e isso justamente por sua natureza ondulatória tal propriedade (a propriedade de um sistema ocupar todos os estados possíveis em um continuum de estados) chama-se princípio da superposição e isso gera efeitos muito interessantes a nível quântico. É o que por exemplo, torna a computação quântica algo tão interessante, porque enquanto o bit clássico é um quantum de informação que assume o estado 0 ou 1, um qu-bit, ou bit quântico, pode assumir qualquer valor possível entre 0 e 1. Isso trás possibilidades computacionais bem distintas das clássicas.

3 – Sensibilidade do sistema: o terceiro ponto importante a se saber sobre mecânica quântica, é que os seus sistemas são muito sensíveis, fazer uma medida vai alterar a física do problema, e isso de uma maneira bem mais fundamental do que dizer que “o seu instrumento de medida atrapalha o processo.” A medida do processo pode literalmente destruir um comportamento ondulatório que uma partícula apresenta, é como se as partículas comportam-se como ondas apenas quando ninguém está olhando. Elas ficam “tímidas” e voltam a ser partículas se você olha o porque exatamente isso acontece, é um mistério que não sabemos explicar até o momento.

4 – Quantidades que não seguem leis deterministas: na mecânica quântica, há quantidades que não seguem leis deterministas. Um exemplo é a posição de uma partícula, já não se fala mais que a partícula está ao certo em um lugar e sim que há uma possibilidade dela estar em um lugar.

Explicando o Misticismo Quântico:

O Misticismo Quântico baseia-se uma semelhança superficial entre certos conceitos das crenças da Nova Era (New Age) e tais conceitos aparentemente contra-intuitiva da mecânica quântica como o princípio da incerteza, entrelaçamento e dualidade onda-partícula, embora geralmente ignorando as limitações impostas pelo entrelaçamento quântico. Uma das idéias mais abusada é o teorema de Bell, o que comprova a inexistência de locais variáveis ocultas da mecânica quântica. Apesar disso, o próprio Bell resistiu interpretações místicas da hipótese. Leia mais sobre misticismo quântico aqui.

Segundo a Wikipédia (português): Misticismo quântico é um termo que tem sido usado para se referir um conjunto de crenças metafísicas e práticas associadas que procuram relacionar consciência, inteligência ou visões do mundo místicas a ideias da mecânica quântica e suas interpretações. Um exemplo de mau uso dos conceitos da física quântica está no papel do observador sobre a realidade física. O misticismo quântico tem sido criticado como uma má interpretação da quântica ou como pseudociência.

Pegando os Principais Pontos da Palestra:

O que ele aborda no vídeo não tem nada de ciência, é um conceito de uma nova pseudociência que preenche as lacunas da ciência, o que eu quero dizer com as lacunas da ciência é que nós ainda não sabemos tudo sobre o universo, existem muitas coisas ainda para serem descobertas, o fato de não termos explicações plausíveis para um determinado conceito que a ciência ainda não explicou, não significa que quaisquer pessoas (charlatões) possam se utilizar desse fato para tentar preencher uma teoria com a crença pessoal.

Exemplo: Seria a mesma coisa de eu colocar no meio da teoria da evolução, que nós descendemos de alienígenas que vieram a Terra no passado.

Analisando meu Exemplo:

1 – Eu teria que provar que alienígenas existem ou existiram.
2 – Eu teria que provar que eles tinham tecnologia o suficiente para fazer viagens a longas distâncias.
3 – Eu teria que provar que eles realmente estiveram aqui.
4 – Eu teria que provar que temos semelhanças biológicas (genéticas) com esses alienígenas.

Se não tiver como sustentar essa alegação, eu posso simplesmente descartá-la.

Por mais que as hipóteses dele tenham cálculos e equações que deem uma determinada “consistência” lógica a hipótese, não quer dizer que de fato ela seja real, na verdade o método dele se consiste em esconder de certa forma a não utilização do método científico, ou seja, ele simplesmente apela para o misticismo.

Pra variar, o cara também é médium, e mediunidade é uma outra pseudociência (mediunidade é a suposta comunicação com troca de informações com uma “pessoa” que alegadamente é um “espírito” e com outras “entidades paranormais”, obviamente nunca houve uma comprovação científica).

No decorrer da palestra ele tenta provar de maneira desonesta e falaciosa através do que ele rotula de “física quântica” que o conceito de espiritualidade e da consciência é um fato científico, só que eu particularmente não encontrei nenhuma fonte de confiança com a qual sustente tal alegação, e sobre a consciência ainda é uma incógnita. A “falha” da ciência em explicar a consciência vem da natureza contraditória da tarefa. É impossível explicar aparências usando uma abordagem objetiva. Enquanto o cérebro for visto apenas como um órgão com massa determinada e estímulos e a consciência for buscada na forma de sinapses e ligações, os céticos acreditam que buscar a consciência no cérebro é uma missão impossível.

Ele também usa a explicação sobre o “salto quântico” para justificar que civilizações extraterrestres utilizam tal conceito para fazer viagens de longas distâncias até a Terra.

Eu gostaria de saber no mínimo três coisas:

1 – Baseado em quais estudos científicos, ele faz uma alegação dessa?
2 – De onde ele tirou que o salto quântico se aplica a essa situação?
3 - Não seria melhor ele argumentar que isso é apenas a opinião dele se baseando na própria crença pessoal com o qual não há nenhuma comprovação científica, do que ele tentar argumentar algo de maneira errônea?

Não há nem evidências de que extraterrestres existem, e ele já está alegando que estamos sendo visitados por eles.

LOL

Pra quem não sabe o salto quântico, em física e química, acontece quando uma partícula ganha energia. O movimento dos elétrons se acelera, levando-os a se afastar do núcleo. Esse afastamento dos núcleos acontece na forma de “saltos” – do nível 1 para o 2 no primeiro salto, de 2 para 4 no segundo salto e assim sucessivamente. O retorno dos elétrons às suas posições (desde que não tenham se desprendido do átomo) libera a energia recebida para realizarem o salto. Essa energia é liberada na forma de um fóton, o que ocasiona emissão de luz. Os elétrons das últimas camadas necessitam de pouca energia para saltar para as camadas mais externas, e seu retorno cria ondas mais longas, vibrando na cor vermelha; enquanto isso, os elétrons mais próximos do núcleo necessitam de maiores energias e seus fótons saem criando ondas mais curtas, aproximando a luz do violeta, ultravioleta (imperceptível aos olhos humanos), raios X, raios gama, etc.

Enfim, o vídeo da palestra tem mais de 2 horas de duração, se você souber definir bem os conceitos da mecânica quântica, até uma criança pode refutar o restante da palestra desse “professor” que dissemina pseudoconhecimento.

Palestra do “Professor” Laércio Fonseca sobre “Física Quântica” e Espiritualidade:

No artigo abaixo você encontra mais críticas a respeito desse “professor”:

A divulgação científica e alguns erros cometidos:

Crítica as ideias errôneas sobre o conceito de ceticismo, extraterrestres e da própria ufologia:

Sou agnóstico, cético, estudante de Física pela Universidade Federal de São Carlos, naturalista, paulistano, pesquisador de pseudociências, fundador da Organização Universo Racionalista e da página Astrobiologia é Vida. Currículo na plataforma Lattes: http://lattes.cnpq.br/3762833663082199

ARTIGOS SIMILARES

59 COMENTÁRIOS

  1. Pegue um sapo e coloque-o numa panela com água fria e aqueça essa água vagarosamente. O sapo irá cozinhar e não vai dar conta do próprio fim. É isso o que acontece quando ficamos obcecados por um determinado assunto. Nosso cérebro nos engana e começamos aceitar coisas que no início de um estudo achávamos ser absurdo. E se não ligarmos o botão de auto-crítica nesse instante, podemos tomar um caminho sem volta.
    Na minha humilde opinião ocorre de duas uma. A primeira suposição buscando na minha ingenuidade que o ser humano não é capaz de enganar outros, o Prof. Laércio Fonseca se perdeu da forma qual expliquei. Ou a segunda possibilidade, é apenas um charlatão levemente conhecedor de um pouco de tudo (não dominante em nada) e que gosta de chamar atenção. Se é financeiramente ou não, eu não sei. Não vou chegar nesse mérito.
    De forma conclusiva posso afirmar que não é necessário ter mente aberta para concordar ou necessitar ser piamente cético pra discordar. A forma pausada com qual ele passa dados é quase hipnótica, mas só convence quem já está predisposto a se enganar.

  2. he he he muito engraçado pessoas falando mal da ciencia, e usando um computador para faze-lo rsr = )

    • Não li todos os posts, mas acredito que ninguém falou mal da ciência; até porque seria ignorância da parte de que o fizesse.
      A ciência nos trouxe até aqui, mas acreditar que só poderemos aceitar o que a ciência é capaz de provar; isto sim seria ignorância.

      • vc nao viu tudo mas acredita? bom, pulando essa parte…. amigao, a nossa especie nunca obteve conhecimento UTIL sobre a natureza por outros meios senão o cientifico, mesmo antes deste ser sintetizado, sempre obtivemos resultados de metodos analogos.

        • Davi, não sei se você não entendeu bem o que escrevi, então vamos lá: Eu escrevi que acredito que a ciência e os métodos científicos nos trouxeram até onde estamos hoje, inclusive criou este computador em que estou digitando.

          Há muitos anos atrás o átomo era desconhecido, mas existiam “loucos” que diziam acreditar existir. Tanto pesquisaram até que conseguiram provar a existência deste.

          Quantas coisas mais existem e nem fazemos ideia? Isto significa que não existem? Não. Apenas ainda não conseguimos provar esta existência.

          Sim, muita coisa que não vejo, eu, mesmo assim, acredito.

          O que não vemos não significa que não exista, significa apenas que nossa limitada compreensão ainda não chegou lá.

          • Quanto ao átomo e outras descobertas como a relatividade, é muito comum as pessoas confundirem acharem que vieram de algum tipo de “insight” criativo, não foi exatamete o que aconteceu, não existiam loucos que acreditavam nisso ou naquilo mas sim formulações teóricas matemáticas que previam certos eventos, ou mesmo resultado de métodos experimentais como foi o caso do átomo…. entende? não é o caso de um maluco qualquer ter uma idéia brilhante magicamente e depois vermos que ele estava certo…. quanto a afirmação de que não vermos não quer dizer que não existe, deve conhecer a hipótese do bule de chá voador e do dragão invísivel na garagem….. ambas respondem bem sua afirmação eu acredito

          • Então, no teu entendimento, tudo foi criado, descoberto ou inventado com bases científicas. O fogo foi descoberto por um homem das cavernas graças ao seu conhecimento em ciências.

            Muito do que temos hoje foi criado ou descoberto por acaso e no decorrer dos tempos, com o uso da ciência novas descobertas foram feitas.

            Eu acredito muito na ciência e na matemática que nos cerca (tudo é matemática na natureza). Porém, ainda assim, existem coisas que a ciência ainda não consegue comprovar, e nem por isso estas coisas deixam de ser reais.

            A ciência é importante? Sim. Mas, não me diga que é tudo. A ciência ainda não explica telepatia. Ah, desculpe, você não acredita no que a ciência não pode comprovar.

          • “mesmo antes deste ser sintetizado, sempre obtivemos resultados de metodos analogos.”

            Está é uma parte de minha primeira resposta… leia-se métodos análogos como sendo métodos não formais e talvez surgiram de maneira intuitiva, mas que hoje podemos estabelecer um paralelo com alguma abordagem cientifica, como por exemplo observação e reprodução de algum fenômeno. Telepatia? cara não me entenda mal eu estudo física então trabalho com idéias bem mais contra intuitivas do que essa, mas falar em telepatia em uma discussão de cunho científico é piada.

          • Telepatia é tão piada que Albert Einstein prefaciou um livro escrito em 1930 por Upton Sinclair, ganhador do Pulitzer chamado Rádio Mental.

            Até mesmo o gênio da ciência tinha sua mente aberta para coisas que a própria ciência ainda não conseguiu provar.

            Então, chamar telepatia de piada, parece ser justamente a mente de alguém que aceite apenas o que for provado cientificamente.

            Também peço que não me entenda mal quando digo que há mais coisas, até o momento improváveis, neste universo que nosso pequeno cérebro possa entender.

          • Em meu curto período de experiência acadêmica até então, aprendi a separar validade de uma hipótese de quem a levantou, Einsten, Newton, Hawking, Hamilton, Lagrange, Bernouli, etc… valorizo o trabalho desses senhores, mas não por isso acato qualquer coisa que eles digam ou acreditem, não importa os feitos acadêmicos de alguém, isso não o isenta de crivos lógicos e científicos. Einstein pode fazer qualquer afirmação, ainda terá que provar isso como qualquer homem comum, foi exatamente isso que aconteceu quando o próprio propôs a teoria especial da relatividade e o conhecido experimento que ocorreu no Brasil. Sendo assim, qualquer afirmação de qualquer grande cientista tem a mesma validade que a minha ou a sua no meio acadêmico, todas terão que ser submetidas aos pares para sua validação.

            “Também peço que não me entenda mal quando digo que há mais coisas, até o momento improváveis, neste universo que nosso pequeno cérebro possa entender.”

            Acredito que essa afirmação tem caráter extremamente expeculativo, visto isso não acho que tem muito a contribuir em uma discussão de caráter científico.

            “Então, chamar telepatia de piada, parece ser justamente a mente de alguém que aceite apenas o que for provado cientificamente.”

            Sim, até o presente momento eu apenas aceito afirmações sobre a natureza, se essas “sobrevirem” ao crivo científico.

          • Falar que a humanidade jamais adquiriu conhecimento útil que não fosse pela ciência além de presunção é infantil de se dizer. Fala-se em hipóteses, mas não esqueçamos que elas podem ser derrubadas com o avanço da própria ciência. Agora confiar cegamente na ciência como a única capaz de explicar todos os fatos, então se olharmos do ponto de vista cronológico desde que surgiu a raça humana, nossa ciência atual é recente, precária e frágil. Quem pode garantir que daqui uns anos o método científico de pesquisa possa ser revisto, adequado, modificado e assim coisas que eram consideradas pseudociência poderiam passar pelo crivo da razão e encontrar respaldo em pesquisas aceitas pela comunidade científica em si. Podemos ridicularizar a pseudociência evocando a reputação da ciência atual, que até o que, uns 600 anos atrás acreditava que a Terra era o centro do universo e que ela era quadrada. O tempo trará todas as respostas e com certeza a mediunidade um dia terá o respeito que ela merece. Para quem jamais teve qualquer experiência neste campo é fácil gritar em alto e bom som que é impossível ou inexistente, mas desafio provar que não é real! A ciência não prova a veracidade nem a impossibilidade do intercâmbio mediúnico, neste quesito ainda é muito limitada.

          • E digo mais… procurem um estudo feito por pesquisadores da universidade da filadélfia em parceria com pesquisadores brasileiros sobre o estado do cérebro durante o transe mediúnico da psicografia utilizando aparelhos de ressonância magnética. Obteve SIM resultados relevantes.

  3. Máximo Respeito ao comandante Ashtaar!
    nenhuma evidencia sobre visitas de extraterrestres?
    com todo respeito, pesquisem mais sobre os ultimos 100 anos,
    alias o fundador do blog não faz parte de uma comunidade ufológica?
    e posta tais informações?
    Obrigado por serem a nossa oposição, completando
    “As forças se manifestam onde os polos entram em contato”
    Desenvolvam mais o hemisfério direito do cérebro.

  4. Acho que é a mesma coisa de eu querer convenser um pastor evangelico a acreditar em encarnação, ele vai achar que estou com o diabo no corpo. E isto ja esta comprovado pelas obras de André Luiz pscografadas pelo médium mais famoso do mundo Chico Xavier.
    Até acredito que o Dr. Laercio não é dono da verdade, mais achei interessante boa parte de suas palestras. Continuo vendo suas palestras no you tube, e estou aproveitando e seguindo alguns de seus ensinamentos, e o considero inteligênte. Não concordo com ele que não acredita em ETS maus, e acho que se tem aqui na terra pessoas boas ou mas, no universo é a mesma coisa. Respeito a crença de qualquer um, só não concordo quando não respeitão a minha. Sou kardecista com muito orgulho e médium de sintonia semi-consciênte (pesquise isto, pois você mostrou também ser inteligênte, mas com pouca humildade, critico e preconceituoso. Te sugiro ler o livro O Evangelho Segundo o Espiritismo, que vai mudar sua vida, ai pode ler os outros 4 livros de Kardec, e vera que nem tudo tem que provar para acreditar. Se você fosse médium ai garanto que acreditaria pois quando entrar em contato com um morto não tera dúvidas.

    • Décio, o prof. não disse que não existem ets maus, e sim que com a tecnologia deles, não é possível chegar aqui… como nós não conseguirmos ir em Marte. Pessoalmente, digo.

  5. Caro Douglas,

    Não sou físico ou teólogo, apenas um observador. Porém como você pediu para o Prof. Laercio provar algumas coisas, tais como:

    1 – Eu teria que provar que alienígenas existem ou existiram.
    2 – Eu teria que provar que eles tinham tecnologia o suficiente para fazer viagens a longas distâncias.
    3 – Eu teria que provar que eles realmente estiveram aqui.
    4 – Eu teria que provar que temos semelhanças biológicas (genéticas) com esses alienígenas.

    Pergunto: Você tem provas científicas, publicadas em periódicos de elevado conceito científico de que:
    1. Não existem alienígenas.
    2. Alienígenas não tem tecnologia para fazer viagens interplanetárias.
    3. Que os alienígenas nunca estivem aqui.
    4. Que nosso DNA não tem semelhanças com alienígenas.
    Se você capaz de provar cientificamente, conforme o método que você expôs em seu texto, acho que poderemos aceitar seus argumentos, porém se sua argumentação for baseada apenas em sua suposição, entendo que você se enquadra na mesma classificação de pseudocientista que você classifica o Prof. Laercio.
    Por favor, estou aguardando cópias ou quem sabe, sites que tenham estas publicações comprovando a falácia dos argumentos do Prof. Laercio.
    Só mais uma coisa, até a idade média a Terra era o centro do Universo (geocentrismo), lembras? E o que aconteceu? Copérnico, lembra dele? então, em 1543 publicou a sua teoria heliocêntrica que contradizia a crença do geocentrismo. E esta teoria de Copérnico foi comprovada de imediato? Não, apenas por volta de 1630 Galileu Galilei, já ouviu falar dele(?) provou a teoria heliocêntrica de Copérnico, mas teve que negar esta teoria para não ser queimado nas fogueiras da “Santa Inquisição”. Seguindo a história, somente no final do séc. 17, quase 200 anos após Copérnico é que Isaac Newton desenvolveu uma base física para a gravitação dos planetas ao redor do Sol. Foi a comprovação definitiva do heliocentrismo! Como você pode ver, todo novo paradigma sempre tem desafios para as pessoas de mente aberta e visão de futuro, enquanto que para os acomodados e temerosos torna-se uma ameaça.
    Ah, ia esquecendo. Não esqueça de publicar as provas irrefutáveis da não existência de alienígenas, pois apenas dizer que eles não existem porque você nunca viu, não tem nada de científico.

    • Desonestidade intelectual e inversão do ônus da prova meu caro “amigo”? Você distorceu completamente meu texto e ainda quer uma resposta de nível?

      1º Eu não disse que não existem alienígenas, eu disse que não temos evidências científicas de que eles existem e ainda não temos mesmo.
      2º Não disse isso e nem poderia alegar, pois não sabemos se existem alienígenas com tal tecnologia.
      3º Também não disse isso. Talvez estejamos recebendo visitas de seres extraterrestres, porém não há uma única evidência científica que sustente tais hipóteses.
      4º Também (…) não disse isso. Mas antes de alegar isso, primeiramente você deve ter um alien em mãos para submete-los à testes genéticos rigorosos .

      Outro erro: “Se você capaz de provar cientificamente”.

      Na verdade a ciência não prova, ela apenas demonstra um caminho mais próximo para compreender a realidade de acordo com evidências científicas.

      E percebi claramente sua desinformação a cerca do conhecimento científico:

      “Ah, ia esquecendo. Não esqueça de publicar as provas irrefutáveis da não
      existência de alienígenas, pois apenas dizer que eles não existem
      porque você nunca viu, não tem nada de científico.”

      “Provas irrefutáveis” e ainda por cima da “não existência de alienígenas”? Não tem como “provar” a inexistência de algo, mas você pode argumentar que devido a falta de indícios ou evidências, algo supostamente pode não existir, isto é, a improbabilidade e não impossibilidade de algo realmente existir ou não existir.

      • Falou, falou e não falou nada com nada. Simples, se não pode ser provado a inexistência e nem ser provada a existência pois nem vc, nem o Ivo e nem eu vimos um ET, como fica este caso perante o método científico? Ninguém pode provar que ETs existem, ninguém pode provar que eles não existem tampouco. E por conta disso vamos tentar ridicularizar quem acredita neles pois nosso ego impede que nossos cérebros céticos possam sequer se abrir para novas possibilidades que minha ciência ainda precária e limitada e que eles podem sim existir mesmo que eu nunca tenha visto um. A ciência atual ainda é uma criança, e é muita arrogância achar q todo método de pesquisa científica atual é correto e não pode contar falhas ou ser modificado, porém podemos evocar a reputação da ciência que até pouco tempo(que são 700 anos comparados com o surgimento da humanidade??) dizia que a Terra era quadrada ou que ela era o centro do universo como prova irrefutável de que algo é pseudociência. Por favor, seja menos limitado meu caro… pois nossa consciência além de imortal é progressiva assim como levantou Darwin na teoria da evolução: vamos evoluir com certeza no plano material e no plano espiritual(infinitas realidades paralelas segundo a física quântica ou o que?) até atingirmos a perfeição. Alguns, cristalizados e limitados, incapazes de conceber novos conceitos ainda vão ter que repetir de ano muitas vezes até aprenderem todas as lições e chegarão tb à perfeição, mesmo que atrasados.

  6. Pois o tal “professor” explicou tudo isso que você enumerou como sendo “ciência” e de uma maneira muito melhor. Aliás bons professores são aqueles que conseguem explicar algo realmente complicado de uma maneira simples. Por exemplo, ele trouxe aquela mola e ficou balançando explicando que ela estaria em volta do núcleo. Parei de pensar em elétron “só” como partículas e pensei em ondas recebendo energia, aumentando sua freqüencia e ocupando outro orbital!
    Simples!
    Aliás isso eu deveria ter aprendido no segundo grau, mas passamos estudando coisas tediosas e decorando fórmulas.

    Aliás você deveria refutar o nosso sistema atual de ensino, isso sim!

  7. …quando percebo que existem pessoas que como o senhor não conseguem sentir a vida além dos seus pobres cinco sentidos, sinto pena.
    O bem que Laércio Fonseca consegue transmitir com seu trabalho é algo tão grandioso que não precisa ser provado, basta ser sentido, mas sei que muitos não sabem o que isso significa, não são dignos, talvez, por enquanto, de sentir a magnitude do que é ter a certeza daquilo que a ciência não prova.
    Meu caro, ao invés de ficar refutando quem faz o BEM para a humanidade, e se preocupar com o trabalho que os outros estão fazendo, preocupe-se só com sua ciência tão importante pra você, ou quem sabe tente provar que o que ele diz realmente não existe, e faça o que você gostaria que ele fizesse, ou seja, somente depois de demonstrar que o que ele fala realmente não existe é que você deve expor suas idéias.
    Se você não consegue perceber que a vida é muito mais do que os seus olhos podem enxergar, lamento. Aqueles que como Laércio e inúmeras outras pessoas conseguiram vivenciar experiências de uma forma que você não tem sequer o privilégio de imaginar, já é prova real pra nós. Infelizmente isso ainda é para poucos.
    Você alega que o que ele diz, é pseudociência, pode ser, mas de acordo com a sua visão limitadíssima. Eu e muitos outros podemos dizer que quem estão iludidos são vocês que só acreditam nessa ciência.
    Nem todo mundo, meu amigo, vive pensando só em ciência, não nesse sentido que você aborda como puramente material. E se pra você isso é apenas uma crença, para nós que vivenciamos intensamente o nosso lado espiritual, isso é realidade também, e como eu já disse, se você ainda não teve esse privilégio de experimentar nada parecido, não tem a capacidade de falar do que não conhece. Existem milhares de pessoas que querem ouvi-lo, ainda que o que ele fale seja demonstrado ou não pela ciência, que a meu ver jamais conseguirá provar as verdades que ele diz, porque é ultrapassada demais pra isso, ainda mais se continuar sendo conduzida por cientistas que têm a mente tão fechada quanto a sua.

  8. Teoria: “Uma teoria científica é a parte especulativa de uma ciência, por oposição à prática. É um sistema consistente formado por observações, ideias e axiomas ou postulados, constituindo no seu todo um conjunto que tenta explicar determinados fenômenos.”
    Portanto, uma teoria não é absoluta.
    Portanto, não preciso de uma teoria ou provas materiais para me convencer de que existem civilizações fora do nosso mundinho.
    Os que acreditam que existe civilização apenas no planeta Terra é porque se acham importantes demais para dividir o universo com outros seres.
    Eu acredito, e um dia isto será provado.

  9. O homem sempre teve medo do desconhecido. Somos crianças diante de um universo de milhões de anos. Temos muito o que aprender. E acreditar apenas no que é possível provar é acharmos que somos mais inteligentes que o próprio universo. Longe de mim este estado de “eu sou mais eu”.

    • Os pontos de vistas são humanos, a verdade é cristalina e divina, poucos de nós, por enquanto, consegue percebê-la.

  10. Toma aqui o meu LIKE!!!! marco certa vez quando eu levantei o argumento sobre os dados documentados a respeito das manifestações mediúnicas a pessoa chegou a citar Mentalismo como evidência da inexistência de inteligências extracorpóreas comunicantes, segundo meu contraditor psicografia, psicofonia e materializações seriam nada mais do que hipnose, lógica, sugestão e princípios ilusionistas. Gostaria de saber então como o Chico conseguia reproduzir a assinatura fiel do morto comunicante sendo que a família nunca havia estado sequer em Uberaba antes do dia que ele recebia a carta do familiar morto, como ele escrevia em hebraico, francês, inglês, latim sem nunca ter aprendido? Como seria possível primos de Eurípedes Barsanulfo, q eram ANALFABETOS, moradores e trabalhadores da zona rural eram capazes de falar em francês durante a manifestação da psicofonia e responderem a questões sobre temas difíceis e darem uma opinião coerente com o tema? Palmas para o dr Andrei Moreira e outros pesquisadores brasileiros e americanos que estão fazendo um estudo nos EUA sobre a mediunidade de psicografia observando o funcionamento do cérebro do médium durante o transe e utilizando aparelhos de ressonância magnética, os mais atuais do mercado e já obtiveram resultados conclusivos, procurem na internet este artigo. Amo quando falam q o espiritismo é pseudociência… nenhuma dessas pessoas sequer observo algum fenômeno que nós espíritas acataríamos como verdadeiro, com certeza devem ter participado de alguma fraude e aí sim cresceram em ceticismo. Fala-se muito sobre algo que se não é aceito por um método de pesquisa, é portanto inexistente ou impossível. Teve uma pessoa aí em cima que afirma que nossa ciência ainda é precária, mas quem tem humildade de aceitar que algum método científico pode estar incompleto ou deficiente, carente de melhorias. E se estas fossem agregadas surgindo daí outra linha de pesquisa e raciocínio e neste novo leque de possibilidade os fenômenos mediúnicos fossem comprovados como verdadeiros e irrefutáveis? Ser humano quanto mais cético, mais arrogante e cheio de si com suas descobertas. Já pensou quantas pessoas ficariam decepcionadas se soubessem que suas ideias brilhantes e descobertas foram inspiradas por alguém do além, já pensou na quantidade de egos feridos? A pessoa limitada acha que algo não existe, a ciência não prova.. pronto não é verdade. Por favor pessoas, vamos abrir nossas mentes para maiores possibilidades! Aí SIM a ciência dará saltos gigantescos! Muito me admira céticos que detonam o espiritismo porém se esquecem que em hospitais no MUNDO INTEIRO existem casos do uso de magnetizadores em pacientes até mesmo a beira da morte. Então o magnetismo animal também é pseudociência com certeza, ou a ciência já realizou estudos relevantes sobre ele? A ciÊncia moderna eu não sei, mas Kardec dedicou muitos estudos e capítulos sobre este assunto em seus livros e na revista espirita. Vamos aguardar e ver se a mediunidade futuramente não terá o devido respeito que ela merece.

  11. São muitos retardados postando por aqui…..kkkkkkkkkkkkkk………cada um mais louco que o outro……..o que o égo não faz com o indivíduo…….kkkkkk…..rindo muito………..kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk………eis aqui os donos da verdade…….kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  12. Aqui temos agumas pessoas ridiculas e ocas de conhecimentos.Nao admira que tenhamos o mundo como ele esta….come on! wake up!!!

  13. Sempre quando se tem algum individuo que fala sobre mediunidade e, ou, contatos extraterrestres ou algo que não pode ser provado pela ciência, ou contraria a opinião de muitos, aparecem estudantes de alguma área da ciência, cientistas, pesquisadores ou lideres religiosos, que atacam e não aceitam de forma alguma o que o cara diz, e muitas vezes com comentários grosseiros e de ataque, com uma absurda falta de educação e falta de respeito com o individuo. E depois vem outras pessoas que querem defender o individuo que está sendo atacado com um tom também agressivo, e comportamento semelhante aos opositores.
    É muito interessante como algumas pessoas são vaidosas a tal ponto, que se sentem donos de todas as ciências, donos de todas as verdades, de todas as crenças religiosas e filosóficas, como se não houvesse verdade também fora de suas ciências, crenças e filosofias. Principalmente os homens de ciência. É como se fosse assim; se a ciência aprova, é verdade, se a ciência não aprova, é falso. Existem muitas verdades que serão provadas com o tempo. Assim como tantas outras caíram por terra com o passar do tempo. Como já dizia Buda, basta uma só verdade para que todas as outras caiam por terra. A ciência é uma benção, mas, acreditar que a verdade está só na ciência, é ser tão fanático como os religiosos que acredita somente no o que suas religiões dizem. Se existe coisas no espiritismo de allan kardec que ainda não são explicadas pelas ciências, em verdade também a ciência não prova que o que está ali é falso. Alias, Allan kardec era um grande cientista, um grande Gênio da sua época, basta ler sobre Prof. Rivail que é o seu nome verdadeiro, discípulo numero 1 de Pestalozzi, a maior escola da sua época.
    Enfim acho que todos, de todas as áreas deveriam ser um pouco mais humilde, respeitosos e tolerantes um com os outros. Ninguém perde por ser humilde.

  14. Cavalheiros, achei interessante este embate entre razão e fé, polos distintos de uma mesma linha de pensamento. Devemos lembrar que cada polo tem um conceito, ao qual, está em sintonia com sua faixa de transmissão localizada em um espaço vibratório mais ou menos denso ou sutil. Se por um lado, a ciência vêm avançando no campo material terrestre e espacial, dentro de sua filosofia em ter como conhecido só aquilo que possa ser provado pelas cinco funções sensíveis (sua crença), por outro, a fé espiritual que concede ao ser uma sexta, sétima, etc… nova função de sensibilidade dos objetos e coisas que por sua imaterialidade fica afastada a possibilidade de prova (hoje) pelos sentidos colocados pela ciência terrestre. Dentro do exposto, temos que avaliar o passado em que a alquimia foi um degrau para que a ciência pudesse nascer e crescer aos níveis atuais, ajudando a própria fé ter uma estrutura de pensamento mais voltada ao presente e condizente com sua realidade localizada (terra). Vemos hoje teorias científicas, como exemplo a das cordas, Bóson de Higgs etc… que já concordam com dimensões paralelas e partículas de antimatéria, respectivamente, as quais foram primeiramente apresentadas pela fé espiritual (sem provas, como dito acima). Portanto, com este embate observamos que nosso nível de energia mental está evoluindo, onde fé e razão poderão chegar a um entendimento.

  15. acho melhor melhorar o seu refutamento que tá uma bosta.:
    Alguns que o sr. Babaca esqueceu de dizer:
    O publico não era o Colegiado Cientifico da Organização Mundial de Colegiados Cientificos, ou c2OMc2. Era um publico totalmente leigo que acreditava em fadas quânticas, sabiam que tudo poderia ser quântico mas não sabiam o que era quântico…
    Ele explicou de forma resumida e simples, para um público simples os 04 fundamentos que você citou. ( Eu mesmo tentei explicar esses 4 fundamentos para um amigo que apesar da avançada idade, ainda estava cursando o segundo grau, e ele me chamou de maluco! Onde já se viu a matéria ser onda também?) Não vi o sr. refutar essa parte!
    Na segunda parte ele tenta explicar o mundo espiritual utilizando-se da Teoria de campo de einstein, aplicando conceitos da fisica quântica, novamente lembrando que é para um público leigo. Se não aceitarem a teoria deles foda-se. Não era um tratado cientifico era um trabalho de divulgação de suas próprias ideias, eu não posso postar um video explicando a leigos e=mc2?
    Estaria comento um crime? Ah vão se foder seus reacionáris de direita da ciencia!

    Obrigado poder este espaço para falar.

  16. Agora gostaria de colocar um pensamento, algumas perguntas e respostas, e gostaria de saber se alguém pode refutar os argumentos das respostas com um conteúdo irrefutável. São algumas perguntas que Kardec faz, e os espíritos respondem. Alguém poderia me mostrar algo de absurdo ou de errado nas resposta que apresentarei? Obrigado desde já.

    4. Onde se pode encontrar a prova da existência de Deus?

    “Num axioma que aplicais às vossas ciências: Não há efeito sem causa. Procurai a causa de tudo o que não é obra do homem e a vossa razão responderá.”

    Para crer-se em Deus, basta se lance o olhar sobre as obras da Criação. O Universo existe, logo tem uma causa. Duvidar da existência de Deus é negar que todo efeito tem uma causa e avançar que o nada pôde fazer alguma coisa.

    5. Que conseqüência se pode tirar do sentimento intuitivo que todos os homens trazem em si da existência de Deus?

    “A de que Deus existe; pois, donde lhes viria esse sentimento, se não tivesse uma base? É ainda uma conseqüência do princípio de que não há efeito sem causa.”

    6. O sentimento íntimo que temos da existência de Deus não poderia ser fruto da educação, resultado de idéias adquiridas?

    “Se assim fosse, por que existiria nos vossos selvagens esse sentimento?”

    Se o sentimento da existência de um ser supremo fosse tão-somente produto de um ensino, não seria universal e não existiria senão nos que houvessem podido receber esse ensino, conforme se dá com as noções científicas.

    7. Poder-se-ia achar nas propriedades íntimas da matéria a causa primária da formação das coisas?

    “Mas, então, qual seria a causa dessas propriedades? É indispensável sempre uma causa primária.”

    Atribuir a formação primária das coisas às propriedades íntimas da matéria seria tomar o efeito pela causa, porquanto essas propriedades são, também elas, um efeito que há de ter uma causa.

    8. Que se deve pensar da opinião dos que atribuem a formação primária a uma combinação fortuita da matéria, ou, por outra, ao acaso?

    “Outro absurdo! Que homem de bom-senso pode considerar o acaso um ser inteligente? Além disso, que é o acaso? Nada.”

    A harmonia que regula o mecanismo do Universo patenteia combinações e desígnios determinados e, por isso mesmo, revela um poder inteligente. Atribuir a formação primária ao acaso é insensatez, pois que o acaso é cego e não pode produzir os efeitos que a inteligência produz. Um acaso inteligente já não seria acaso.

    9. Em que é que, na causa primária, se revela uma inteligência suprema e superior a todas as inteligências?

    “Tendes um provérbio que diz: Pela obra se reconhece o autor. Pois bem: vede a obra e procurai o autor. O orgulho é que gera a incredulidade. O homem orgulhoso nada admite acima de si. Por isso é que ele se denomina a si mesmo de espírito forte. Pobre ser, que um sopro de Deus pode abater!”

    Do poder de uma inteligência se julga pelas suas obras. Não podendo nenhum ser humano criar o que a Natureza produz, a causa primária é, conseguintemente, uma inteligência superior à Humanidade.

    Quaisquer que sejam os prodígios que a inteligência humana tenha operado, ela própria tem uma causa e, quanto maior for o que opere, tanto maior há de ser a causa primária. Aquela inteligência superior é que é a causa primária de todas as coisas, seja qual for o nome que lhe dêem.

    Alguém discorda das respostas dadas pelos espíritos? Gostaria muito de ver algumas opiniões. Obrigado!!!

  17. cara vc tem 22 anos e quer criticar um físico de 60???

    PQP ¬¬’

    Acorda pra o mundo parça… Já que vc é tão agnósticoo como diz kkkkkkkkk (coitado), veja a entrevista ou documentário sobre viver de luz rasmuheen.

    Com tanto ceticismo, quero ver explicar o viver de luz… depois a gente conversa…

  18. Tendo como base todos estes comentarios, agora acredito em extraterrestres. A maior prova de que existe seres inteligentes no universo é que não fizeram e não farão contato algum conosco.

  19. VOCES NAO SAO DONOS DA VERDADE SIMPLESMENTE DEVEM RESPEITAR POIS TENHO CERTEZA Q VCS NUNCA PESQUISARAM A RESPEITO DO Q ESTAO CRITICANDO O PROF. LAERTE AJUDA VARIAS PESSOAS E VCS O Q FAZEM PELOS SEUS SEMELHANTES,ALEM DE PERDER TEMPO COM CRITICAS Q NAO SOMAM EM NADA

  20. No meu ponto de vista,não devemos ficar tentando provar que fulano ou ciclano está errado ou correto.
    Recebemos diariamente informações jogados pela mídia,onde grande parte delas só nos servem para deixarmos cada vez mais alienados em um sistema…Os videos apresentados pelo Prof.Laércio é uma teoria…E o mais importante é que acaba nos tirando de uma zona de conforto e nos faz pensar(contra ou a favor),a partir do momento que buscamos,que pensamos,estamos melhorando como seres humanos.A verdade absoluta ninguém sabe,e acredito que nem devemos buscar isso momentaneamente,pois não temos estruturas e bases solidas para tal compreensão…Vamos pensar!!!!Acredito que isso é o que ele nos propõe.

  21. Vendo este vídeo do Laércio Fonseca não pude deixar de comentar no Youtube.

    youtube.com/watch?v=gRG84WzzfhA

    Ouvindo as palestras do Laércio Fonseca percebi que a contradição nos seus ensinamentos é algo constante.
    O Lalá fala que existe um lixo chamado Capitalismo mas o mesmo Lalá cobra por vários dos seus ensinamentos.
    E ainda coloca um selo de Direitos Autorais logo no início do Dvd. Reclama que as pessoas querem ter possses mas é o primeiro a querer processar (Lei) alguém que copie ou divulgue as informações do DVD sem autorização.
    Não tem porque colocar a palavra Lei se você não irá tomar as medidas legais.
    Não me lembro de Buda ou Jesus Cristo terem colocado Direitos Autorais nos seus ensinamentos. Faça o que eu digo mas não faça o que eu faço, não é mesmo Laércio?
    O que mais existe hoje em dia são pessoas que lêem ensinamentos, empacotam e depois vendem a informação. Mas não se acham capitalistas. Será que sabem o que significa Capitalismo ou são capitalistas disfarçados de espiritualistas?
    .
    Faça o seguinte Lalá, coloque todo o conteúdo do seu site DISPONÍVEL GRATUITAMENTE (mais de 250 DVDs e livros) e aí as pessoas que quiserem fazer uma doação, que as façam de livre e espontânea vontade. Não cobre pela informação. Isso sim seria um grande ensinamento espiritualista.
    Imagine Buda, Jesus Cristo ou algum ser de elevado conhecimento espiritual falando com o Lalá:
    Mestre: “Laércio, você quer saber sobre Chacras, Física Quântica, etc?
    Lalá responde: “Sim, quero sim!”.
    O mestre responde: “Quanto você tem de dinheiro na sua carteira?”.
    Lalá: “Como assim, você vai me cobrar pela informação?”.
    Mestre: “Ué, você não cobra pelos seus ensinamentos? Porquê eu não deveria aplicar a mesma regra para você?”.
    .
    A 1hora11minutos (71 minutos desde vídeo) o Laércio fala que as pessoas brigavam com Jesus Cristo pois ele não tinha que trabalhar, plantar, pagar aluguel, colocar filho na escola, pagar impostos, etc. Então Jesus Cristo falava para as pessoas viverem como os passarinhos e que a natureza não deixou um dia que eles ficassem sem alimenttos.
    Então Laércio, sigo os ensinamentos de Jesus Cristo, viva como os passarinhos. Pra quê cobrar vendendo DVDs, livros e palestras?
    No curso de Tai-Chi-Chuan você cobra por módulo R$ 500 (hospedagem) e R$ 250 (sem hospedagem). Pra que dinheiro Lalá? Viva como os passarinhos. Como você falou, não seja escravo desta sociedade capitalista.
    .
    Umas das primeiras mensagens que sê lê bem grande no site do Laércio é: “Como comprar”. Já sei, o dinheiro é para os trabalhos espirituais.
    Porquê você não quer viver como os passarinhos Laércio?
    Interessante é que nos comentários não existem questionamentos das contradições. Isso sim é preocupante. Me lembra certas religiões.
    .
    A 1hora35minutos, Laércio fala do engenheiro que faleceu e foi para o outro lado e ficou perturbado pois se deu conta que existe o mundo espiritual. O curioso é que o Laércio solta a seguinte frase: “Se tivesse COMPRADO o DVD do Lalá, …”. Lá vem ele de novo vender ensinamentos. E isso que não se considera capitalista. Kkkk
    Infelizmente o que mais temos hoje são mercadores espirituais. Faça o que eu digo mas não faça o que eu “fa$$$o”.
    Sim, podem negativar. O rebanho bitolado não consegue pensar fora da cerca. Até porquê a cerca é cada um de nós que a coloca.

  22. Youtube:
    Laércio Fonseca
    SEMINÁRIO DE TANTRA, SEXO E ESPIRITUALIDADE – VOL.5 – TANTRA: O CAMINHO DO PRAZER

    Ouvindo as palestras do Laércio Fonseca percebi que a contradição nos seus ensinamentos é algo constante.
    O Lalá fala que existe um lixo chamado Capitalismo mas o mesmo Lalá cobra por vários dos seus ensinamentos.
    E ainda coloca um selo de Direitos Autorais logo no início do Dvd. Reclama que as pessoas querem ter possses mas é o primeiro a querer processar (Lei) alguém que copie ou divulgue as informações do DVD sem autorização.
    Não tem porque colocar a palavra Lei se você não irá tomar as medidas legais.
    Não me lembro de Buda ou Jesus Cristo terem colocado Direitos Autorais nos seus ensinamentos. Faça o que eu digo mas não faça o que eu faço, não é mesmo Laércio?
    O que mais existe hoje em dia são pessoas que lêem ensinamentos, empacotam e depois vendem a informação. Mas não se acham capitalistas. Será que sabem o que significa Capitalismo ou são capitalistas disfarçados de espiritualistas?
    .
    Faça o seguinte Lalá, coloque todo o conteúdo do seu site DISPONÍVEL GRATUITAMENTE (mais de 250 DVDs e livros) e aí as pessoas que quiserem fazer uma doação, que as façam de livre e espontânea vontade. Não cobre pela informação. Isso sim seria um grande ensinamento espiritualista.
    .
    Imagine Buda, Jesus Cristo ou algum ser de elevado conhecimento espiritual falando com o Lalá:
    Mestre: “Laércio, você quer saber sobre Chacras, Física Quântica, etc?
    Lalá responde: “Sim, quero sim!”.
    O mestre responde: “Quanto você tem de dinheiro na sua carteira?”.
    Lalá: “Como assim, você vai me cobrar pela informação?”.
    Mestre: “Ué, você não cobra pelos seus ensinamentos? Porquê eu não deveria aplicar a mesma regra para você?”.
    .
    A 1hora11minutos (71 minutos desde vídeo) o Laércio fala que as pessoas brigavam com Jesus Cristo pois ele não tinha que trabalhar, plantar, pagar aluguel, colocar filho na escola, pagar impostos, etc. Então Jesus Cristo falava para as pessoas viverem como os passarinhos e que a natureza não deixou um dia que eles ficassem sem alimentos.
    Então Laércio, siga os ensinamentos de Jesus Cristo, viva como os passarinhos. Pra quê cobrar vendendo DVDs, livros e palestras?
    No curso de Tai-Chi-Chuan você cobra por módulo R$ 500 (hospedagem) e R$ 250 (sem hospedagem).
    Curso Completo de Física Quântica e Espiritualidade (DVDs)- R$ 550.
    Coleção Completa: Projeção Astral (DVDs) – R$ 300.
    Pra que dinheiro Lalá? Viva como os passarinhos. Como você falou, não seja escravo desta sociedade capitalista.
    Libere, desapegue-se de todo o conteúdo do seu site e distribua gratuitamente.
    E quem quiser colaborar ($$$) que colabore.
    Pessoas é que não vão faltar para espalhar o conteúdo livremente dos seus DVDs e livros.
    .
    Umas das primeiras mensagens que sê lê bem grande no site do Laércio é: “Como comprar”. Já sei, o dinheiro é para os trabalhos espirituais.
    Porquê você não quer viver como os passarinhos Laércio?
    Interessante é que nos comentários não existem questionamentos das contradições. Isso sim é preocupante. Me lembra certas religiões.
    .
    A 1hora35minutos, Laércio fala do engenheiro que faleceu e foi para o outro lado e ficou perturbado pois se deu conta que existe o mundo espiritual. O curioso é que o Laércio solta a seguinte frase: “Se tivesse COMPRADO o DVD do Lalá, …”. Lá vem ele de novo vender ensinamentos. E isso que não se considera capitalista. Kkkk
    Infelizmente o que mais temos hoje são mercadores espirituais. Faça o que eu digo mas não faça o que eu “fa$$$o”.

  23. esse modelo de ciencia que você prega, já é ultrapassado meu amigo!!! esse modelo cartesiano, positivista, que separa tudo bem separadinho, está muito distante da nossa realidade, pelo jeito não sabe nada sobre complexidade, não compreende absolutamente nada sobre a complexidade em que estamos envolvidos, e é por causa desse ceticismo sem conhecimento que a humanidade não evolui…as mentes estão completamente bloqueadas pelo modelo vigente de ciência… e na ciência, você deve saber isso muito bem, não há verdades absolutas, elas sempre são contestáveis, a verdade será inatingível até o momento do grande evento, a não certeza da existencia do extra terrestre, está puramente vinculada ao ceticismo cronico, é muita contradição vender suposto conhecimento, como faz o Laércio, porém a vida é um emaranhado, um tecido de contradições…

  24. “Tranvestidas” é boa! Você não sabe nem escrever e quer contestar alguém com mais experiência de vida? Outra questão: duvidar da existência de vida extraterrestre é algo extremamente IMBECIL! Ou você acha que esta “bela espécie”, desgraçada, miserável e próxima de uma hecatombe que é a humana é a única forma de vida “inteligente” no universo? Ora, vá se foder!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Deixe uma Resposta