Arqueólogos podem ter encontrado o lugar onde João Batista foi condenado à morte

0
411
Arqueólogos acreditam que este nicho representa os restos do trono de Herodes Antipas. (Créditos: Győző Vörös)

Traduzido por Julio Batista
Original de Owen Jarus para o Live Science 

Arqueólogos afirmam ter identificado o palco mortal onde João Batista – um famoso pregador que teria batizado Jesus – foi sentenciado à morte por volta de 29 d.C.

A Bíblia e o antigo escritor e historiador Flávio Josefo (37-100 d.C,) descrevem como o rei Herodes Antipas, filho do rei Herodes, mandou executar João Batista. Josefo especificou que a execução ocorreu em Maquero, um forte perto do Mar Morto na Jordânia dos dias modernos.

Herodes Antipas temia a crescente influência de João Batista entre a população e por isso o executou, escreveu Josefo. A Bíblia, por outro lado, conta uma história muito mais elaborada, afirmando que Herodes Antipas executou João Batista em troca de uma dança.

A história bíblica afirma que Herodes Antipas foi escolhido para se casar com uma mulher chamada Herodias; ambos eram divorciados – algo a que João Batista se opôs.

No casamento deles, a filha de Herodias, chamada Salomé, apresentou uma dança que encantou Herodes Antipas tanto que o rei prometeu a ela tudo o que ela quisesse como recompensa. Salomé, instigado por Herodias, pediu a cabeça de João Batista.

Herodes Antipas relutou em atender ao pedido, de acordo com a Bíblia, mas finalmente decidiu atendê-lo e fez com que a cabeça de João Batista fosse levada a Salomé em uma bandeja.

Os restos de parte de Maquero podem ser vistos aqui. (Créditos: Győző Vörös)

Foi encontrada uma pista de dança mortal?

Um pátio descoberto em Maquero é provavelmente o lugar onde a dança de Salomé foi executada e onde Herodes Antipas decidiu decapitar João Batista, escreveu Győző Vörös, diretor de um projeto chamado Machaerus Excavations and Surveys at the Dead Sea (tradução livre: Escavações e Pesquisas de Maquero no Mar Morto), no livro Holy Land Archaeology on Either Side: Archaeological Essays in Honour of Eugenio Alliata (Fondazione Terra Santa, 2020).

O pátio, disse Vörös, tem um nicho em forma de abside que é provavelmente os restos do trono onde Herodes Antipas estava sentado.

Após a morte do rei Herodes, seu reino foi dividido entre seus filhos e Herodes Antipas controlou um reino que incluía a Galileia e parte do Jordão. Ele reinava às vezes de um palácio em Maquero.

Os arqueólogos descobriram o pátio em 1980, mas não reconheceram o nicho como parte do trono de Herodes Antipas até agora, escreveu Vörös no artigo. A presença do trono próximo ao pátio solidifica as conclusões sobre a pista de dança, escreveu Vörös.

A equipe arqueológica está reconstruindo o pátio e publicou várias imagens no livro mostrando como era na época da execução de João Batista.

Uma reconstrução do pátio onde pode ter acontecido a dança de Salomé. (Créditos: Győző Vörös)

Acadêmicos respondem

Mais de meia dúzia de estudiosos não envolvidos nas escavações conversaram com a Live Science sobre a alegação de que o trono de Herodes Antipas e o pátio onde a dança mortal foi realizada foram encontrados. Alguns estudiosos ficaram convencidos, enquanto outros estavam céticos.

“Acho que é historicamente provável que esta escavação tenha trazido à luz a ‘pista de dança’ de Salomé”, disse Morten Hørning Jensen, professor da Escola Norueguesa de Teologia, que escreveu o livro Herod Antipas in Galilee (Mohr Siebeck, 201).

Alguns estudiosos não ficaram convencidos, expressando dúvidas sobre se o nicho recém-identificado representa os restos do trono de Herodes Antipas.

Jodi Magness, professora de estudos religiosos da Universidade da Carolina do Norte em Chapel Hill (EUA), elogiou o trabalho de Vörös e sua equipe; mas enquanto ela diz que é possível que Vörös tenha encontrado o trono de Herodes Antipas, ela se mantêm cética.

Por exemplo, o nicho encontrado em Maquero parece pequeno em comparação com o trono de seu pai, o Rei Herodes, encontrado no palácio de inverno de Jericó, Magness disse ao Live Science, referindo-se a um trono no palácio que é coberto por uma abside semicircular.

Ela acrescentou que o nicho em Maquero se parece com dois nichos encontrados no Alto Heródio, um palácio-fortaleza construído pelo Rei Herodes, mas esses dois nichos nunca foram identificados como restos de tronos.

Eric Meyers, professor emérito de estudos judaicos na Universidade Duke (EUA), disse que é bem possível que o trono de Herodes Antipas tenha sido encontrado e está ansioso para ler os relatórios finais do lugar.

“Ainda estamos pra ver uma combinação inequívoca entre as fontes literárias e arqueológicas que colocam a execução de João Batista naquele mesmo lugar. Em qualquer caso, uma evidência forte foi colocada na mesa e aguardo os relatórios finais”, disse Meyers.