Descoberta estrela com a menor abundância em ferro conhecida

0
2959
A Estrela descoberta marcada, Stefan Keller.

Em um recente estudo publicado na revista Nature, uma equipe de astrônomos liderados pelo australiano Dr. S.C. Keller anunciaram a descoberta de uma estrela chamada SMSS J031300.36-670839.3 na constelação de Hidra a uma distância de 6000 anos-luz da Terra.

Essa estrela contém a menor abundância em ferro conhecida, cerca de 30 vezes menos ferro do que a estrela HE 1327-2326, que era até então a estrela mais pobre em ferro que se conhecia.

A estrela é classificada como uma estrela de população II, com baixos índices de metais. A metalicidade de uma estrela é a medida da abundância de metais que ela contém. Em astrofísica, são chamados metais, qualquer elemento mais pesado que o hélio. Quanto menor a metalicidade de uma estrela, mais antiga ela é.

Acredita-se que as estrelas de população II são originadas de hipotéticas estrelas chamadas de população III. Os modelos teóricos sugerem que essas estrelas eram constituídas somente por hidrogênio e hélio e um pouco de lítio, formados durante a nucleossíntese do Big Bang. Eram muito massivas (de 20 a 130 massas solares), com ciclo de vida curto e que terminavam em explosões de supernovas muito energéticas.

No entanto, a descoberta do grupo do doutor Keller coloca certas dúvidas no que se sabe sobre formação estelar. Ao contrário do que se imagina sobre as estrelas de população III, uma estrela tão pobre em ferro como a SMSS J031300.36-670839.3 só poderia ser formada por uma supernova de baixa energia, enquanto os modelos preveem que por serem extremamente massivas, elas explodiriam em supernovas muito energéticas que rapidamente enriqueceriam o meio intergaláctico em ferro. Logo, segundo esses modelos, uma estrela como a SMSS J031300.36-670839.3 não deveria existir.

Uma estrela tão pobre em ferro, com idade estimada em 13,6 bilhões de anos, é tão antiga quanto o próprio universo, cuja idade medida pelo satélite Planck é de 13,819 bilhões de anos. O certo é que a descoberta pode fornecer ótimas pistas para astrofísicos e cosmólogos sobre o universo jovem.

Fontes:

S.C. Keller et al., A single low-energy, iron-poor supernova as the source of metals in the star SMSS J031300.36-670839.3. Nature 12990.

DOI: 10.1038.

CONTINUAR LENDO