Homens com infertilidade pioraram os parâmetros seminais nos últimos 23 anos

0
198
Créditos: iStock / Getty Images.

A infertilidade afeta mais de 186 milhões de pessoas em todo o mundo, predominantemente em países em desenvolvimento. É reconhecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como um distúrbio e um problema de saúde pública que pode causar consequências físicas e psicológicas prejudiciais para mulheres e homens, além de sofrimento psicológico e estigmatização social. O fator masculino é responsável por 20% dos casos de infertilidade e contribui para cerca de 30 a 40% dos casos.

A análise seminal é um passo necessário para avaliar a possível infertilidade. Um possível declínio nos parâmetros seminais mundiais foi sugerido por vários pesquisadores.

Com base nessa conjuntura, um grupo de pesquisa da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Brasil, publicaram um estudo na Scientific Reports. Nesse estudo, foram investigadas as alterações nos parâmetros seminais nos últimos 23 anos em homens brasileiros submetidos à investigação de infertilidade conjugal em um hospital no sudeste do Brasil.

Os homens que realizaram o exame de esperma foram instruídos no momento da consulta para manter a abstinência sexual por um período de 3 a 5 dias antes da data da coleta. As coletas foram realizadas em uma sala privada, previamente higienizada, e no mesmo laboratório onde as análises foram realizadas.

No total foram 3.669 amostras coletadas entre 03/01/1995 entre 29/06/2018. Em relação à contagem total de espermatozoides móveis nas amostras, foi observada uma tendência significativa em direção à diminuição do valor mediano ao longo dos anos.

Em relação à porcentagem de espermatozoides com morfologia normal, foi notada uma tendência significativa de redução no decorrer dos anos (1,9% a cada ano). No entanto, não houve alteração no que tange à concentração de esperma após o processamento.

Em suma, por meio dos achados, os autores do estudo constataram que homens brasileiros submetidos à investigação de infertilidade tiveram um declínio nos parâmetros seminais nos últimos 23 anos.

Referência

  • Siqueira, S., Ropelle, A.C., Nascimento, J.A.A. et al. Changes in seminal parameters among Brazilian men between 1995 and 2018. Sci Rep 10, 6430 (2020). https://doi.org/10.1038/s41598-020-63468-9