Novo aparelho detecta células tumorais no sangue

0
44

Publicado na EurekAlert

Pesquisadores no Departamento de Química Física e Inorgânica da Universitat Rovira I Virgili, liderados por Ramon Álvarez Puebla da ICREA e o professor de Física Aplicada Fransesc Diaz, entre outros, patentearam um aparelho portátil que pode detectar células tumorais no sangue.

O aparelho conta o número de células tumorais em uma amostra de sangue em tempo real e portanto é uma ferramenta extremamente efetiva para melhorar o monitoramento, tratamento e diagnóstico do câncer.

O sistema foi testado com sucesso em pacientes em diversos estágios de câncer de mama e pode ser usado para determinar a presença de outros tumores ao analisar a presença de diferentes anticorpos na amostra sanguínea.

Pacientes com câncer, particularmente se ele tiver entrado em metástase, precisam ser monitorados constantemente durante o tratamento para avaliar a progressão da doença. Isso é atualmente feito usando técnicas de imagem e biópsias que são invasivas de nem sempre possíveis. Em contraste, o aparelho criado pelos pesquisadores da URV é altamente sensível e não querer cirurgias ou tratamentos envolvendo radiação. É portanto um método clínico muito útil, melhorando  qualidade de vida do paciente ao remover a necessidade dos procedimentos invasivos tradicionais.

O aparelho será uma ótima ferramenta para determinar com precisão o nível de saúde de um paciente por conseguir monitorar o câncer de forma rápida, barata, efetiva e não-invasiva. Além disso, ele pode auxiliar no diagnóstico precoce da doença e monitorar tumores de forma mais eficaz de uma maneira que tenha menos efeitos negativos nos corpos dos pacientes.

Dois sistemas integrados

Os novos aparelhos usam dois sistemas em miniatura: O sistema de fluxo e um sistema óptico. O primeiro faz com que as células do sangue fluam de forma alinhada, enquanto o segundo usa duas fibras óticas (Um diodo laser e um fotodetector) para analisar as células e contar aquelas que são cancerosas e aquelas que não. A razão entre as duas dá uma compreensão de como o câncer está progredindo.

Esse sistema complexo é o resultado de uma pesquisa publicada na Nature Scientific Reports e é parte da tese de doutorado de Eric Pedrol, supervisionado por Jaume Masons e Francesc Díaz.

O aparelho já foi patenteado e licenciado para comercialização pela Medcom Science, uma companhia engajada na pesquisa e desenvolvimento de tecnologias para o diagnóstico e tratamento do câncer.

CONTINUAR LENDO

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz