Planeta do tamanho da Terra em torno de estrela próxima é o sonho da astronomia

O planeta recém-descoberto orbita Proxima Centauri a cada 11,2 dias. Créditos da Imagem: Ricardo Ramirez.

Artigo adaptado da Nature

Proxima Centauri, que é a estrela mais próxima do Sol, tem um planeta com o tamanho semelhante à Terra, que está na zona habitável, cuja a distância é a certa para que a água em estado líquido possa existir. A descoberta, publicada hoje na revista Nature¹, cumpre um sonho antigo dos escritores de ficção científica – um planeta potencialmente habitável que está perto o suficiente para que os seres humanos enviem as suas primeiras naves espaciais interestelares.

“A busca por vida começa agora”, diz Guillem Anglada-Escudé, que é astrônomo da Universidade de Queen Mary e línder da equipe que fez a descoberta.

A primeira chance da humanidade para explorar esse planeta pode vir a partir do projeto Breakthrough Starshot², que pretende colocar em prática a construção de pequenas frotas de sondas interestelares de propulsão a laser. Viajando a 20% da velocidade da luz, tais sondas levariam apenas 20 anos para cobrir 1,3 parsecs da Terra até a Proxima Centauri.

O planeta em questão tem pelo 1,3 vezes a massa da Terra e orbita uma estrela anã-vermelha a cada 11,2 dias. “Se você pudesse escolher o tipo de planeta que mais deseja em todo o tipo de estrela, sem dúvida, a sua escolha seria essa”, diz David Kipping, que é astrônomo da Universidade de Columbia, em Nova York. “É emocionante.”

Estudos anteriores haviam sugerido a existência de um planeta em torno de Proxima³. A partir de 2000, um espectrógrafo do Observatório Europeu do Sul (ESO) no Chile, procurou mudanças na luz das estrelas causadas pela força gravitacional de um planeta em órbita. As medições sugeriram que algo estava acontecendo com a estrela a cada 11,2 dias. Mas os astrônomos não tinham como saber se o sinal era causado por um planeta em órbita ou outros tipos de atividades, tais como erupções estelares.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

  1. ANGLADA-ESCUDÉ, Guillem. et al. A terrestrial planet candidate in a temperate orbit around Proxima Centauri. Nature, 2016. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.1038/nature19106>. Acesso em: 25 ago. 2016.
  2. NUNES, Jessica. Projeto de US$100 milhões irá enviar sondas para a estrela mais próxima. Universo Racionalista, 2016. Tradução do texto de Lee Billings, publicado na Scientific American. Disponível em: <http://www.universoracionalista.org/projeto-de-us100-milhoes-ira-enviar-sondas-para-a-estrela-mais-proxima-depois-do-sol/>. Acesso: 25 ago. 2016.
  3. WITZE, Alexandra. The exoplanet files. Nature, 2015. Disponível em: <doi:10.1038/527288a>. Acesso: 25 ago. 2016.
CONTINUAR LENDO
Artigo anteriorAté onde sabemos sobre o autismo?
Próximo artigoPesquisadores disponibilizam gratuitamente livro didático sobre astrobiologia
Douglas Rodrigues Aguiar de Oliveira
Sou fundador do Universo Racionalista | Graduando em Tecnologia em Redes de Computadores pela Universidade de Franca | Pós-graduando em Ethical Hacking e Cybersecurity do Centro de Inovação VincIT (UNICIV) pela Faculdade Eficaz | Especializando em Cybersecurity pela Rochester Institute of Technology (edX MicroMasters Programs) | Especialização em Fundamentals of Computing Network Security pela University of Colorado System (Coursera Specialization) | Especialização em Journey of the Universe: A Story for Our Times pela Yale University (Coursera Specialization) | Graduação interrompida em Licenciatura em Filosofia pela Universidade de Franca | Colaborador do Instituto Ética, Racionalidade e Futuro da Humanidade | Colunista da Climatologia Geográfica | Membro da Rede Brasileira de Astrobiologia | Membro do Science Vlogs Brasil | Interesse em Divulgação Científica das ciências fáticas em geral | Interesse em Filosofia da Ciência no problema da demarcação entre Ciência e Pseudociência e da justificação entre Realismo e Antirrealismo | Estudando também o problema entre Tecnologia e Pseudotecnologia na Filosofia da Tecnologia | Interesse em Segurança Defensiva e Segurança Ofensiva em sites, servidores e redes de computadores | Endereço do Currículo Lattes e do LinkedIn.