Problemas na mandíbula causam prejuízos no fluxo sanguíneo cerebral

0
226

O prognatismo mandibular (PM) é uma disfunção de característica genética que causa um grau de desfiguração, apresentando uma mandíbula inferior pronunciada, deixando o lábio inferior afastado do superior (Figura 1).

Figura 1. Crédito: Mikael Häggström.

A pesquisa conduzida por pesquisadores japoneses da Tsurumi University analisou o fluxo de sangue em pacientes com PM. O fluxo sanguíneo cerebral foi examinado por meio de espectroscopia de infravermelho próximo funcional e a atividade elétrica dos músculos do masseter, que mensuram a força da mastigação, foi avaliada por meio de eletromiografia. O fluxo sanguíneo cerebral e a força de mastigação foram comparados entre 25 sujeitos com MP e 17 sujeitos sem MP durante testes específicos de mastigação. Como principal resultado, foi observado que o MP resulta em redução do fluxo sanguíneo cerebral no giro frontal inferior durante a mastigação.

A implicação deste achado chama a atenção das funções cognitivas. Portanto, o MP pode ter um impacto negativo nas atividades de raciocínio, memória e percepção.

Referência

  • Kanzaki, H., Wada, S., Kumazawa, M. et al. Mandibular prognathism attenuates brain blood flow induced by chewing. Sci Rep 9, 19104 (2019) doi:10.1038/s41598-019-55553-5
CONTINUAR LENDO