Sequenciado o mais antigo DNA de um hominídeo

Publicado na Nature

Nas escavações de um complexo de cavernas, na Serra de Atapuerca, no norte da Espanha, os cientistas desenterraram fósseis de hominídeos que variam a idade entre o Pleistoceno para o Holoceno.

Um desses sítios, o ‘Sima de los Huesos’ (‘poço de ossos’), produziu o maior conjunto mundial de fósseis de hominídeos do Pleistoceno Médio, compostos de pelo menos 28 indivíduos datados de mais de 300.000 anos atrás.

Os restos mortais compartilham uma série de características morfológicas com fósseis classificados como Homo heidelbergensis e também apresentam traços distintos derivados de Neandertais.

A sequência quase completa do genoma mitocondrial de um hominídeo de ‘Sima de los Huesos’, mostra que ele está intimamente relacionado com a linhagem mitocondrial de Denisovans, uma irmã do grupo da Eurásia (Oriental) de Neandertais. Os resultados abrem caminho para a pesquisa de DNA em hominídeos do Pleistoceno Médio.

Artigo anteriorUm material que poderá reduzir os custos da energia solar
Próximo artigoInaugurada a extensão da sede do ESO
Douglas Rodrigues Aguiar de Oliveira
Fundador do projeto de divulgação científica e filosófica Universo Racionalista. Pós-graduação em Ethical Hacking e Cybersecurity do Centro de Inovação VincIT (UNICIV) pela Faculdade Eficaz. Pós-graduação em andamento em Filosofia pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS). Especialização em Epidemiology in Public Health Practice pela Johns Hopkins University (Coursera Specialization). Especialização em Fundamentals of Computing Network Security pela University of Colorado System (Coursera Specialization). Especialização em Journey of the Universe: A Story for Our Times pela Yale University (Coursera Specialization). Especialização em andamento em Computational Social Science pela University of California, Davis (Coursera Specialization). Graduação em Tecnologia em Redes de Computadores pela Universidade de Franca (UNIFRAN). Graduação em andamento em Tecnologia em Radiologia pela Universidade Nove de Julho (UNINOVE). Editor-chefe do Instituto Ética, Racionalidade e Futuro da Humanidade. Colaborador da revista cética argentina Pensar, uma publicação da organização internacional Center for Inquiry. Endereço do Currículo Lattes e do Catarse.