Você já viu uma arraia voando?

0
4724
Créditos: Antoni Murcia

As arraias-diabo, ou Jamanta, vivem na Costa Rica e são conhecidas por conseguir fazer três giros em um salto só, que pode chegar a 2 metros acima da água. Essas arraias vivem juntas e viajam em grandes grupos que podem conter milhares delas. Se você estiver mergulhando na Costa Rica, há uma chance muito grande de você conseguir visualizar um desses magnificantes e belos grupos. Elas se movem uniformemente, batendo as suas “asas” em uníssono umas com as outras.

Arraia mobula saltando, Baja California, Mexico Créditos: Ralph Lee Hopkins
Arraia mobula saltando, Baja California, Mexico
Créditos: Ralph Lee Hopkins

Não se sabe ao certo o por quê das arraias pularem e essa é uma questão que é bastante debatida. Porém, as hipóteses mais aceitas sugerem que elas realizam o ritual para remover parasitas de suas peles, para se exibirem às fêmeas ou até para apenas se exibirem (sem nenhuma finalidade).

Esses animais são incrivelmente rápidos e habilidosos e podem executar, com a mesma agilidade dos pulos, movimentos dentro d’água, semelhantes aos executados no ar, que podem facilitar na fuga de algum predador.


Texto adaptado do publicado no site www.costarica-scuba.com com título Why Do Devil Rays Jump?

CONTINUAR LENDO
Artigo anteriorRaios-x intrigantes apontam para a matéria escura
Próximo artigoO Cold Atom Lab da NASA vai fazer da ISS o lugar mais frio do Universo
Josikwylkson Costa Brito
Olá, meu nome é Josikwylkson Costa Brito (não, meu pai não deu uma cabeçada no teclado), mais conhecido como o Príncipe do Cosmos Nordestino, e nasci na cidade de Campina Grande, na Paraíba, onde moro atualmente. Tenho 18 anos atualmente, estou no segundo ano do curso de medicina e publico textos de cunho científico ou filosófico para o presente site, porém, em virtude dos estudos, não estou a fazê-lo com muita frequência. De todas as minhas publicações, gosto de publicar no âmbito de minha área (saúde), mas também arrisco em postar textos que contradigam o senso comum e que criticam as pseudociências, o que me faz ser esquartejado por muitos irracionalistas (que, inclusive, andam vagando por essa página). As críticas que mais recebo desses senhores são as de que não tenho autoridade o suficiente para falar de determinado assunto (mesmo que eu poste artigos científicos advindos de sites e/ou universidades de confiança). Então, em razão dos 'amigáveis' seguidores que se travestem de conhecedores de argumentação lógica e que rejeitam qualquer postagem minha por tal status, por favor, finjam que eu sou uma pessoa com 40 anos doutor em filosofia, cosmologia, biologia e medicina.