A Terra está sofrendo um bombardeio inusitadamente alto de antimatéria

Representação artística da radiação cósmica. Créditos: Aspera.

Por Carlos Zahumenszky
Publicado no Gizmodo

Nosso planeta está constantemente sendo bombardeado por partículas subatômicas provenientes das profundezas do espaço. Nos últimos meses, nosso planeta recebeu uma precipitação anormalmente alta de um tipo especial de partícula – e não sabemos de onde ela vem.

Essas partículas são os pósitrons. Elas são a antipartícula de um elétron e uma das muitas partículas que compõem o que conhecemos como antimatéria.

Os pósitrons são comumente usados na medicina nuclear e podem ser criados pulsos a laser, mas não sabemos o que os gera no cosmos. Sabemos apenas que eles fazem parte dos raios cósmicos ou radiação cósmica.

Em 2008, uma sonda chamada PAMELA, cujo objetivo era precisamente medir a radiação cósmica a partir de sua posição em órbita, descobriu que recebemos muito mais pósitrons do que o normal. A principal hipótese era de que essas partículas procedem de pulsares, estrelas de nêutrons ou anãs brancas que emite um poderoso feixe de radiação eletromagnética em uma direção.

A ideia é de que esse feixe é tão enérgico que, ao atingir as nuvens de poeira e gás, funciona como um autêntico colisor de hádrons natural, gerando todos os tipos de novas partículas subatômicas, como os pósitrons.

Animação de um pulsar. Créditos: Wikimedia Commons.

A descoberta recente de um casal de pulsares, localizado a poucas centenas de anos-luz de distância, foi a oportunidade perfeita para testar essa teoria. Uma equipe de astrofísicos analisou a emissão de pósitrons dos pulsares através do Observatório Cherenkov, de alta altitude, no México. As análises permitiram confirmar que os pulsares, efetivamente, aumentavam o fluxo de pósitrons que passa pela Terra. A figura, no entanto, é de várias ordens de magnitude inferior ao bombardeio atual de partículas.

Há algo mais emitindo pósitrons, e não sabemos do que se trata. Há uma hipótese que garante que esse fluxo se deve ao decaimento de grandes massas de antimatéria, mas é uma ideia completamente teórica, porque, na verdade, nunca conseguimos observar grandes acumulações de partículas de antimatéria.

CONTINUAR LENDO
Compartilhar
Artigo anteriorArqueólogos descobrem um castelo de 3.000 anos submerso no maior lago da Turquia
Próximo artigoConsumo moderado de café provavelmente faz mais bem do que mal, segundo especialistas
Douglas Rodrigues Aguiar de Oliveira
Sou fundador da Universo Racionalista, especialista em Segurança da Informação e Hacker Ético | Graduando em Tecnologia em Redes de Computadores pela Universidade de Franca | Especialista em Fundamentals of Computing Network Security ( • Design and Analyze Secure Networked Systems • Basic Cryptography and Programming with Crypto API • Hacking and Patching • Secure Networked System with Firewall and IDS ) pela University of Colorado | Especialização em andamento em Cybersecurity ( • Computer Forensics • Network Security • Cybersecurity Fundamentals • Cybersecurity Risk Management • Cybersecurity Capstone ) pela Rochester Institute of Technology | Certificado em Information Security Specialist ( • InfoSec Foundation • Ethical Hacking Essentials • Computer Forensics Foundation ) pela ITCERTS | Certificado em Information Security Analyst ( • Information Security Policy Foundation • Vulnerability Management Foundation ) pela ITCERTS | Cursei integralmente as disciplinas teóricas em Licenciatura em Filosofia pela Universidade de Franca, mas não realizei o estágio supervisionado para a obtenção do diploma de Ensino Superior | Especialista em Journey of the Universe: A Story for Our Times pela Yale University | Colaborador do Instituto Ética, Racionalidade e Futuro da Humanidade | Colunista da Climatologia Geográfica | Membro da Rede Brasileira de Astrobiologia | Abaixo, segue o endereço do currículo na plataforma Lattes e LinkedIn.

Deixe um comentário

1 Comentário em "A Terra está sofrendo um bombardeio inusitadamente alto de antimatéria"

avatar
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Gislaine Gavazzi Gibertoni
Visitante

Muito bom!!! Os leigos, como eu, merecem saber o que acontece em nosso mundo. Obrigada, Sr. Douglas.