Animação de cair o queixo de astrônomo mostra a verdadeira escala do nosso Sistema Solar

0
82
Créditos: James O'Donoghue / NASA / JHUAPL / SwRI Imagery.

Por David Nield
Publicado na ScienceAlert

Às vezes, é preciso uma animação no Twitter para realmente compreender – ou pelo menos começar a compreender – a incrível diversidade de mundos que compõem nosso Sistema Solar.

Aí que entra o astrônomo planetário James O’Donoghue da Agência de Exploração Aeroespacial do Japão (JAXA). Ele twittou uma breve animação que começa com o planeta anão Ceres e se move através dos objetos do Sistema Solar por tamanho (incluindo a Terra), antes de fechar diminuindo o zoom para observar o Sol.

Há uma versão de qualidade ligeiramente superior do mesmo clipe no YouTube.

Mesmo que você saiba o tamanho relativo de tudo no Sistema Solar, ainda é um momento e tanto quando Júpiter e o Sol aparecem – e você também pode nunca ter percebido o quão rápido Júpiter gira em relação à Terra.

Recomendamos reservar um pouco de tempo para assistir a esses orbes giratórios. O videoclipe tem apenas 45 segundos de duração, mas é fascinante o suficiente para que você o assista várias vezes – enquanto escrevemos isso, ele foi visto cerca de 8 milhões de vezes.

Os tamanhos, inclinações e rotações estão todos em escala neste clipe, embora, é claro, o posicionamento tenha sido alterado – todos os planetas e estrelas que você vê foram aproximados para que caibam no mesmo clipe de vídeo.

Se você quiser conhecer alguns dos números por trás da animação, nosso próprio planeta tem 12.742 quilômetros. Júpiter, em contraste, tem um diâmetro de 139.820 quilômetros – que é mais de 10 vezes maior em diâmetro.

O diâmetro do Sol é de cerca de 1,39 milhão de quilômetros, o que é cerca de 10 vezes maior em termos de distância que Júpiter e mais de 100 vezes maior que a Terra. Dito de outra forma, cerca de um milhão de Terras caberiam no Sol.

James O’Donoghue tem histórico disso também – ele montou muitos outros vídeos mostrando a escala de cair o queixo do Sistema Solar, e estamos muito gratos por isso.