As Placas Pioneer – Uma mensagem para o espaço profundo

1
1225

Muito famosa é a história dos Discos de Ouro a bordo das sondas Voyager.

Mas saiba que antes delas, as sondas Pionner11 e Pioneer10 já carregavam placas com mensagens da humanidade em forma de imagens para informar eventuais civilizações alienígenas sobre a origem da nave. Em 1972 e 1973 respectivamente, as Pioneer11 e Pioneer10 foram lançadas em direção a Júpiter e daí para o espaço profundo em direção a Touro. Cada uma leva consigo uma placa de alumínio anodizado a ouro contendo imagens pictóricas com a trajetória da nave a partir do sistema solar; a imagem de um homem e uma mulher; nossa localização partir do centro da galáxia com 14 pulsares de referência em linguagem binária; e o perfil da nave. A ideia original foi concebida por Eric Burgess, um jornalista e consultor autônomo que escreveu  sobre a missão Pioneer desde seus primeiros testes em 1957. Burgess fazia parte da Real Sociedade de Astronomia. Ele falou sobre a ideia a Carl Sagan que se entusiasmou e convenceu a NASA  a implementá-la na missão.

saganNossa localização em relação ao centro da galáxia é dada através de 14 linhas radiais que se estendem até o sol no centro, sendo que cada linha parte de um pulsar. Os traços verticais e horizontais ao longo das linhas informam o período da radiação do pulsar através de linguagem binária. Pulsares são ótimos faróis de navegação a grandes distâncias pois sua luz oscilante e regular é emanada por boa parte da galáxia. A frequência dos pulsares também diminuem com o tempo, o que pode ser aproveitado para informar quando a nave foi lançada.

mapa
Posição do sol na via-láctea

O hidrogênio indicado pelos dois círculos é usado como parâmetro para entender o mapa do Sol em relação ao centro da galáxia. O hidrogênio é usado como referência universal para tempo e distância, servindo de base das medidas indicadas em binário no mapa para o Sol.

Hidrogênio
Representação do hidrogênio

O dado de referência útil do hidrogênio é a transição hiperfina do átomo de cerca de 1420 MHz;

A frequência de 1420 MHz dá um período de cerca de 7.04×10-10 segundos, e um comprimento de onda de 8.3 polegadas.

Implicando as referências trazidas pelo hidrogênio para o mapa de localização do Sol, temos por exemplo no pulsar 1 o número binário indicando sua radiação: 1000110001111100100011011101010. Em linguagem decimal, este número é igual a 1.178.486.506, assim basta multiplicar este número no pulsar1 por 7.04×10-10 para obter o período de sua radiação e descobrir qual dos pulsares de nossa galáxia está sendo indicado no mapa. Os comprimentos das linhas radiais são proporcionais entre si em uma única escala de distância até os diferentes pulsares.

org
Legenda da codificação binária (não presente na placa)

Outro desenho que a placa traz, é um mapa do sistema solar mostrando a rota da nave. O código binário para cada planeta indica a sua distância média até o sol.

sistema solar
Posição dos planetas em relação ao sol

As distâncias estão  em relação ao raio de Mercúrio ao Sol, que é dada como 10 unidades ou 1010 em binário. Saturno, por exemplo,   que é 24,7 vezes mais longe do Sol do que Mercúrio é escrito em binário como 11110111.

a placa
Um desenho da placa na íntegra contendo todos os diagramas presentes

Referências

http://www.exploringbinary.com/binary-code-on-the-pioneer-10-spacecraft/

https://en.wikipedia.org/wiki/Pioneer_plaque

https://en.wikipedia.org/wiki/Eric_Burgess

http://goldenrecord.org/

CONTINUAR LENDO

Deixe um comentário

1 Comentário em "As Placas Pioneer – Uma mensagem para o espaço profundo"

Notify of
avatar
Sort by:   newest | oldest | most voted
Luciano
Visitante
Um professor na universidade contou essa história numa aula. Disse que na época, o conservadorismo não achou legal e “tirou” o detalhe na vagina da mulher que havia na imagem inicial. Notem que tem duas linhas apenas. Já o pênis do homem está mais fiel a realidade. O homem mostra a mão para evidenciar o polegar, o “dedo opositor”, que torna mais fácil manusear objetos. E a nave está na escala correta em relação aos humanos. A comunidade científica criticou a “flecha” na ponta da linha que mostra a trajetória da nave. Uma flecha pode ser referência de direção na… Read more »
wpDiscuz