Os mortos falam! Cientistas recriam voz de múmia de 3.000 anos

Crédito: Leeds Museums & Galleries.

Por Erin Malsbury
Publicado na Science

Pode não parecer, mas o áudio abaixo é a primeira reconstrução de uma voz humana antiga – pertencente a uma múmia egípcia chamada Nesyamun de 3.000 anos.

Para recuperar esse eco do passado, os cientistas colocaram a múmia em um aparelho de tomografia computadorizada (foto). Isso permitiu que eles criassem um modelo 3D do trato vocal, cujas dimensões moldam o som único da voz de uma pessoa.

Os pesquisadores sintetizaram a voz de Nesyamun imprimindo em 3D um modelo de sua via aérea e conectando-a a uma laringe eletrônica – uma caixa de voz artificial que fornece uma fonte de ruído. A expressão resultante é breve, mas dá uma noção de como soava a voz desse antigo egípcio, conclui a equipe na Scientific Reports.

Com base nos escritos no caixão de Nesyamun e nos objetos com os quais ele foi enterrado, os pesquisadores sabem que ele era um sacerdote e escriba egípcio que provavelmente cantou e falou com os deuses como parte de seus deveres rituais. Suas inscrições no caixão incluem um desejo de “ver e se dirigir aos deuses como ele fez em sua vida profissional”. Agora, ele é capaz de se dirigir ao resto de nós.