Como os pulsares são usados para identificar a nossa posição no espaço?

2
4153

Artigo traduzido do site Space Answers.

Pulsares poderiam efetivamente agir como os satélites de GPS de exploração do espaço profundo, devido à facilidade com que podem ser localizados e identificados. Sendo um tipo de estrela de nêutrons – os restos densos de uma estrela grande que atingiu o fim da sua vida – eles emitem pulsos de radiação com um período muito regular e direcionado, tornando-os fáceis de identificar.

Uma estrela de nêutrons.
Uma estrela de nêutrons.

Isso significa que uma nave no espaço profundo poderia usar a localização do Sol, juntamente com pelo menos três pulsares, para triangular sua posição no cosmos. (É essa a técnica usada pela sonda Voyager para ajudar os nossos possíveis ”vizinhos” na galáxia a encontrar o Sol e nosso planeta Terra).

2036268195_3b85ad4c74_b
O disco de ouro da sonda Voyager contém a localização dos pulsares mais próximos do Sol, o que facilita o trabalho dos nossos possíveis ”vizinhos” na galáxia para nos encontrar na imensidão do espaço.

Apesar de o Sol não ser tecnicamente estacionário no espaço, isso pode ser corrigido, permitindo que os pulsares orientem a espaçonave da mesma forma que o GPS orienta nossos carros.

CONTINUAR LENDO
Artigo anteriorDian Fossey – A mulher que vivia sozinha na montanha
Próximo artigoEspecialistas alertam sobre mortes em Madagascar – A Peste Negra?
Ruan Bitencourt Silva
Nativo de Lages, Santa Catarina, eu sou cético, liberal, secularista, humanista, ateísta, roqueiro punk, flamenguista e um fã assíduo da ciência, da música, do esporte, da literatura e da cinematografia. Apaixonado por rock e pelo Universo, sonho em me tornar um guitarrista e astrofísico profissional (e, quem sabe, ser premiado com um Nobel e/ou um Grammy). Sou constantemente inspirado todos os dias por bandas como Nirvana, Legião Urbana e Green Day, por músicos como Kurt Cobain, Renato Russo e Billie Joe Armstrong, e por personalidades históricas como Carl Sagan, Isaac Newton e Albert Einstein. Atualmente ocupo meu tempo compondo músicas, escrevendo textos, lendo, tocando guitarra, e assistindo minhas séries preferidas. Pretendo, nos próximos anos, iniciar um bacharelado no ramo da Física, e após o término deste, construir uma pós-graduação voltada ao ramo da Astronomia. Se por ventura esse plano não der certo, seguirei a carreira como guitarrista e compositor, seja em uma banda completa ou até mesmo em uma carreira solo.