Criptólogos finalmente desvendam mensagem do Assassino do Zodíaco após 50 anos

0
111
(Créditos: Domínio público)

Publicado na ScienceAlert

Uma equipe de entusiastas da criptografia anunciou na sexta-feira que havia decifrado com sucesso uma das mensagens codificadas enviadas há mais de 50 anos pelo “Assassino do Zodíaco“, que aterrorizou o norte da Califórnia (EUA) no final dos anos 1960 e permanece sem identificação.

A mensagem foi enviada em novembro de 1969 ao jornal San Francisco Chronicle pelo suposto assassino em série, codificada em uma série de letras e símbolos enigmáticos.

Detetives esperavam que a mensagem codificada contivesse a identidade do assassino, que cometeu pelo menos cinco assassinatos em 1968 e 1969, mas reivindicou 37 no total e inspirou outros assassinos em série.

A carta do Assassino do Zodíaco. (Créditos: Domínio público)

De acordo com o trio que supostamente desvendou o código, a mensagem inclui vanglórias e desafios às autoridades sem nenhuma pista real sobre o motivo do crime ou sua identidade.

Inclui a mensagem: “Espero que vocês estejam se divertindo muito tentando me pegar… Não tenho medo da câmara de gás porque ela vai me mandar para o paraíso mais cedo porque agora tenho escravos suficientes para trabalhar para mim.”

A divisão do FBI de São Francisco publicou uma nota sobre a decifração no Twitter, dizendo:

“O FBI está ciente de que uma mensagem atribuída ao Assassino do Zodíaco foi recentemente decifrada por cidadãos particulares. O caso do Assassino do Zodíaco continua uma investigação em andamento para a divisão do FBI em São Francisco e  para os nossos parceiros locais de aplicação da lei. O Assassino do Zodíaco aterrorizou várias comunidades em todo o norte da Califórnia e embora décadas tenham se passado, continuamos a buscar justiça para as vítimas desses crimes brutais. Devido à natureza contínua da investigação e por respeito às vítimas e suas famílias, não forneceremos mais comentário neste momento”.

Foram necessários vários programas de computador e anos de trabalho para David Oranchak, um web designer americano de 46 anos, decifrar o código complexo no qual começou a trabalhar em 2006.

Oranchak disse ao San Francisco Chronicle que foi ajudado por Sam Blake, um matemático australiano, e Jarl Van Eykcke, um logístico belga, que confirmou a descoberta com o FBI, a agência federal encarregada da investigação.

Nesse vídeo, em inglês, Oranchak detalha o seu trabalho:

 

Uma primeira mensagem enviada a jornais californianos foi decodificada por um professor e sua esposa em 1969.

“Gosto de matar porque é muito divertido”, disse ao jornal, referindo-se novamente aos “escravos” que ele alegou coletar para servi-lo na vida após a morte.

Mas o código usado na primeira mensagem era muito mais simples do que o da “mensagem 340”, assim chamada porque contém 340 caracteres espalhados por 17 colunas.

“Todos nós da comunidade criptográfica do Zodíaco imaginamos que a mensagem era um passo além de apenas descobrir quais letras pertenciam aos símbolos, e isso é exatamente o que encontramos aqui”, disse Oranchak.

A mensagem 340 é lida diagonalmente, começando do canto superior esquerdo e mudando uma caixa para baixo e duas caixas para a direita.

Quando chegar no final, o leitor deve ir para o canto oposto, disse o especialista em vídeo postado em seu canal no YouTube.

Segundo ele, o sistema de codificação consta, em particular, em um manual de criptografia para o exército norte-americano da década de 1950.