Dez luas que os humanos podem colonizar [4]: Calisto

0
2111

Artigo traduzido e originalmente publicado no site List Verse.

Nesse quarto post da série ”Dez luas que os humanos podem colonizar” vamos falar sobre mais uma lua jupiteriana: Calisto.

caba7cfe734cb61f1c3b29edb54fc537

Aproximadamente do mesmo tamanho que o planeta Mercúrio, a segunda maior lua de Júpiter, Calisto, é outra lua que parece ter um vasto oceano líquido sob sua superfície gelada e consequentemente possui um grande potencial de colonização.

tumblr_nvwvwt7szh1sxlyflo2_500

A superfície de Calisto consiste principalmente de crateras que são essencialmente campos de gelo. Calisto também tem uma atmosfera fina composta de dióxido de carbono.

Pesquisas já realizadas sugerem que esta atmosfera está sendo reabastecida por dióxido de carbono liberado sob a superfície, pois é muito fina para permanecer no lugar de outra forma. Os dados iniciais sugerem a possibilidade de que o oxigênio também possa estar presente na atmosfera, mas testes adicionais seriam necessários para confirmar isso.

Superfície de Calisto.
Superfície de Calisto.

Como Calisto está a uma distância segura de Júpiter, a radiação do planeta seria relativamente baixa, enquanto a falta de atividade geológica torna o ambiente mais estável para os colonos humanos em potencial, tanto que os habitats poderiam ser construídos na superfície da lua em oposição ao subterrâneo profundo.

calisto-lua-de-jupiter

CONTINUAR LENDO