Dimensões Extras

Em nossas vidas diárias, nós experimentamos três dimensões espaciais e uma quarta dimensão do tempo. Como poderia haver mais? A Teoria da Relatividade Geral de Einstein nos diz que o espaço pode expandir, contrair, e dobrar. Agora se uma dimensão se contrair ela ficaria “oculta” do nosso ponto de vista, mas não para partículas subatômicas. Mas se pudéssemos olhar em uma escala bastante pequena, essa dimensão “oculta” poderia se tornar visível novamente.

Como poderíamos testar a hipótese de dimensões extras? Uma opção seria encontrar evidências de partículas que podem existir somente se as dimensões extras forem reais.

A teoria prevê que haveria versões mais pesadas de partículas padrão de outras dimensões, chamados de Estados de Kaluza-Klein. Se o CMS ou ATLAS encontrarem uma partícula Z ou W-like (os bósons Z e W serem portadores da força eletrofraca) com uma massa 100 vezes maior, por exemplo, então isso pode sugerir a presença de dimensões extras. Tais partículas pesadas só podem ser reveladas em altas energias alcançadas pelo Large Hadron Collider (LHC) localizado no CERN, em Genebra, Suíça.

Você pode ler mais sobre isso aqui: https://goo.gl/H8nbvw

CONTINUAR LENDO