Escudo gigante contra a radiação de Chernobyl já está sendo movido

2
1015

Por George Dvorsky
Publicado no Gizmodo

Um escudo metálico gigante projetado para conter resíduos radioativos no reator nuclear danificado de Chernobyl está sendo movido para o lugar.

Os trabalhadores no local do acidente nuclear mais mortal do mundo começaram a mover um escudo, denominado New Safe Confinement, que deve impedir que o material radioativo não escape do reator danificado ao longo do próximo século. O ministro do Meio Ambiente da Ucrânia, Ostap Semerak, descreveu o início da fase final da construção como um passo histórico.

Em 26 de abril de 1986, o reator nº 4 na planta de Chernobyl experimentou um colapso catastrófico, enviando longas plumas de precipitação altamente radioativa para a atmosfera. Mais de 30 trabalhadores foram mortos no rescaldo imediato, mas um número incontável de pessoas sofria de vários problemas de saúde relacionados à radiação nos meses e anos que se seguiram.

Logo após o acidente, o edifício do reator danificado foi fechado em um escudo grande da radiação feita do concreto. Especialistas começaram a temer que o sarcófago construído às pressas acabaria decaindo e colapsando, possivelmente liberando mais material radioativo. Para resolver o problema, um novo escudo foi projetado para evitar vazamento adicional, e permitir a demolição parcial da antiga estrutura no futuro.

jtast5xx32xdgdcgpcq9
O New Safe Confinement de Chernobyl, como estava em outubro de 2016. (Imagem: Tim Porter / Wikimedia)

O escudo de radiação atualizado é feito de aço resistente à corrosão, e mede 843 pés (275 metros) de largura e 354 pés (108 metros) de altura. O sarcófago tem um custo de US$ 1,6 bilhão (1,5 bilhão de Euros), financiado principalmente pelo Banco Europeu de Reconstrução e Desenvolvimento (ERBD).

A construção começou há mais de quatro anos, mas hoje marcou o início da fase final, com a estrutura maciça sendo movido para o lugar por um sistema de macacos hidráulicos. O ERBD descreve o arco como a maior estrutura móvel já construída na Terra, e um dos projetos mais ambiciosos da história da engenharia. Se tudo correr como previsto, a cúpula deverá estar segura e em vigor até 29 de novembro.

CONTINUAR LENDO