Existem mais evidências da existência do Superman do que de deus?

14
10620

O debate sobre a existência das coisas, na Filosofia, é reunido sob o termo “ontologia”, que estuda o que existe e o que não existe, basicamente.

Numa análise superficial, parece fácil dizer o que existe, uma vez que diversos aspectos da realidade parecem dados como certo. Mas a natureza se provou tão estranha (com espectros que fogem do limiar da percepção humana, só para citar um exemplo), que uma análise mais aprofundada mostra que definir o que existe e o que não existe é algo bem mais difícil do que parece.

Por exemplo, ao olhar para uma pedra, supomos facilmente que ela é sólida, não é? Mas sabemos que, na verdade, uma pedra é composta, na realidade, em sua maior parte, de espaço vazio. Assim como todos os outros objetos. Sabemos que não é possível definir a localização exata de um elétron, no máximo supor uma área onde ele possa estar. Sabemos que existe energia escura e matéria escura, embora elas não possam ser detectadas com nossos instrumentos tradicionais e tenham sido demonstradas apenas de forma indireta (ou não podiam até pouco tempo atrás, estou desatualizado a respeito disso). E quanto a sentimentos abstratos, como amor e felicidade? E quanto à consciência, ela existe fisicamente ou é uma ilusão do nosso cérebro?

Falando em ilusão, e quanto ao que enxergamos? Você deve saber que nós não enxergamos os objetos em si, e sim a luz que é refletida deles e chega até nossos olhos. Então como podemos dizer com certeza que o que vemos existe, e o universo não é uma ilusão de ótica? E, considerando que a hipótese de múltiplos universos hoje em dia é seriamente considerada, como podemos dizer com certeza que muitas histórias de ficção são realmente ficção?

Visto por este prisma, podemos fazer uma comparação entre dois ícones bem estabelecidos na cultura ocidental, embora em contextos largamente diferentes: deus e Superman. Embora o primeiro seja dado como certo pela maioria da população ocidental e o segundo seja visto como ficção por virtualmente todo mundo, existem mais evidências que suportam a existência do super-herói da DC comics do que da divindade monoteísta cristã.

Para demonstrar o que quero dizer, farei um comparativo entre ambos. Considerarei o deus cristão de uma forma generalizada, sem entrar em especificidades, por ser a visão mais tradicionalmente conhecida. No caso do Superman, tomarei como referência a trajetória do personagem nos quadrinhos (que, é verdade, é tão variada quanto as ideias sobre deus).

Nome: Deus (?)
Surgimento: Por volta do século 10 A.C, aproximadamente
(embora a Bíblia sugira que ele seja uma entidade atemporal)
Versões: 2 (para efeitos de simplificação)
Publicado em: Bíblia Sagrada
Fraqueza: Nenhuma conhecida.
Vilões: Satanás, ateus

Cima_da_Conegliano,_God_the_Father

Deus é geralmente descrito como o criador de tudo o que existe, desde a realidade física até aquilo que consideramos fenômenos abstratos, como emoções, arte, beleza, entre outros. Também é dito que deus criou os seres vivos, e fez o Homem à sua imagem e semelhança (embora ele na verdade não tenha uma caracterização física), motivo pelo qual somos as únicas criaturas inteligentes (segundo essa concepção).

Entre os momentos mais conhecidos de sua trajetória, enviou seu filho (que, segundo a maioria das correntes Cristãs que eu conheço, é na verdade ele mesmo personificado) para a Terra, onde foi criado por um casal humilde e cresceu com habilidades sobre-humanas que usou para ajudar as pessoas, até para morrer pela humanidade (tendo depois ressuscitado). Seu principal inimigo é Satanás, que é meio que como um Osama Bin Laden sobrenatural, ou seja, um inimigo que foi criado pelo próprio deus (afinal, ele criou tudo). Algumas correntes cristãs também consideram os ateus inimigos de deus. Embora os ateus não tenham poder físico comparável ao de deus, suas habilidades cognitivas e intelectuais às vezes são consideradas uma ameaça.

fantasy-jesus-vs-satan-arm-wrestling-wallpaper

Embora geralmente as pessoas tratem a bíblia como um único livro, ela é na verdade uma antologia produzida por diversos autores, em épocas diferentes (a maioria provavelmente sequer foi contemporâneo de Cristo), cada um com sua visão a respeito do deus. No entanto, é possível definir duas versões distintas: no Antigo Testamento, deus é uma entidade vingativa, carente de atenção e de pavio curto.

Seus defensores citam diversas “evidências” para a existência de deus, mas na prática só há uma, a Bíblia Sagrada, que teria sido escrita segundo suas ordens. Embora muitas descrições na bíblia se refiram a momentos históricos, existem diversas histórias não comprovadas e que até hoje não encontraram sustentação em registros arqueológicos ou históricos. Isso sem contar eventos sobrenaturais difíceis de acreditar e que, nem preciso dizer, nunca foram comprovados ou reproduzidos.

Nome: Superman (mais conhecido; atende também pelos nomes de Clark Kent e Ka-El)
Surgimento: 1938
(oficialmente, embora tenha sido reformulado de histórias prévias que datam do início dos anos 30)
Versões: 3 (para efeitos de simplificação)
Publicado em: Action Comics (originalmente) e diversas revistas da DC Comics.
Fraqueza: Kriptonita, magia.
Vilões: Lex Luthor, Brainiac, Bizarro, Darkseid, entre outros.

GalleryChar_1900x900_allstarSuperman_52ab8fc670d367.92768430

Nascido em Krypton, um planeta em órbita de um sol vermelho, Kal-El foi enviado ainda bebê para a Terra por seus pais, para que sobrevivesse à destruição de seu mundo natal. Aqui, foi adotado por um casal humilde e cresceu com habilidades sobre-humanas, que usou para ajudar as pessoas, até para morrer pela humanidade (tendo depois ressuscitado). É o “pai” de todos os super-heróis, criou os principais clichês do gênero e possui a imagem e semelhança dos seres humanos, apesar de ser de outro planeta. Seus poderes provém do fato de nosso planeta orbitar um sol amarelo, ao invés de vermelho. Possui um esconderijo secreto, situado na Antártida, chamado “Fortaleza da Solidão”, tradicionalmente lembrado como uma estrutura arquitetônica feita de cristais. Um de seus principais inimigos é Bizarro, uma cópia distorcida dele mesmo, embora seu nêmesis mais terrível seja Lex Luthor. Embora Luthor não tenha poder físico comparável ao do Superman, suas habilidades cognitivas e intelectuais por vezes se tornam uma ameaça.

dc_comics_universe_online_lex_luthor_superman_logo_1280x1024_36735

Apesar de conhecido no mundo todo, pouca gente sabe que, nos quadrinhos, Superman possui diversas versões. Podemos, para simplificar, resumi-lo em três versões principais: A chamada “pré-crise”, onde o Superman teve seus poderes elevados a ponto de ser capaz de empurrar planetas com sua força física; a versão “pós-crise”, onde seus poderes são menores e mais explicados cientificamente; e a versão mais recente, “novos 52”, que é basicamente a versão anterior mais jovem, solteira e sem cueca por cima das calças.

Apesar da existência do Superman não ser defendida por ninguém (que eu saiba), surpreendentemente existem algumas evidências de sua existência. Existem diversos planetas que orbitam “sóis vermelhos” (estrelas anãs vermelhas), alguns deles podem situar-se dentro da zona habitável deste sistema e, portanto, pode ter evoluído em um destes mundos vida semelhante à nossa. Atualmente, o astrofísico Neil DeGrasse Tyson apareceu em uma história do Superman, indicando a localização exata da estrela onde se encontrava Krypton antes de explodir. Não há, é claro, evidências que sustentem as alegações do funcionamento dos poderes do superman (ou seja, que um alienígena de um planeta que orbite uma anã vermelha ganhe superpoderes em exposição ao nosso sol amarelo).

tysonsupes1_custom-dbbe1ca424c4adaefed63eb3fd547c0bc9b73521-s6-c30

Outra evidência é a Fortaleza da Solidão. Foi encontrado no México, uma estrutura enorme feita de cristais gigantes, muito semelhante ao esconderijo do Superman em seus filmes. Embora geograficamente impreciso (A Fortaleza da Solidão tradicionalmente fica na Antártida – mas já esteve em outras localizações), a semelhança física entre as estruturas é grande.

A Kriptonita, principal fraqueza do Superman, teve sua fórmula descrita certa vez nos quadrinhos e, salvo engano, no filme Superman Returns: hidróxido de silicato de sódio lítio boro com flúor. Recentemente foi encontrado um mineral que, embora não seja verde como a pedra que pode derrotar o Superman (e não contenha flúor), tem a mesma composição química.

Sem contar, é claro, que Superman já encontrou com personalidades reais, como o já citado neste texto Neil DeGrasse Tyson, Jerry Lewis, John F. Kennedy, Orson Welles, Pat Boone, enfrentou Hitler, a KKK e o Bug do Milênio, e até lutou contra Muhammad Ali (e perdeu!).

Superman vs Muhammed Ali - 00ifc01

A que conclusão podemos chegar? Sei que parece incrível, mas as evidências não mentem: Aparentemente, Superman existe de verdade! E isso pode mudar tudo o que pensamos sobre histórias em quadrinhos. Será que o Batman também existe? O Homem Aranha? O Homem de Ferro? Só o tempo poderá dizer quantas outras descobertas poderão vir do fato de que Superman realmente existe.

Quanto ao deus cristão, bem… Serão necessárias evidências mais fortes. Mas isso não vai mudar em nada o que se pensa a respeito dele.

Obs.: Antes de sair por aí querendo processar deus e o mundo (trocadilho não intencional), atente para a data de postagem deste texto. Obrigado.

CONTINUAR LENDO