Fatores de risco para doenças oculares em pessoas com diabetes

0
149
Créditos: Science Photo Library / Getty Images.

A pesquisa desenvolvida em parceria entre a Goethe-University (Alemanha), University of Heidelberg (Alemanha) e Medical University of Graz (Áustria), publicada na Scientific Reports, analisou fatores de risco em pessoas com diabetes tipo 2 para desenvolver doenças oculares.

Trata-se de um ensaio clínico prospectivo e randomizado, incluindo 1.255 pacientes com diabetes, com idade entre 18 e 80 anos e em hemodiálise por menos de 2 anos.

Os pacientes foram recrutados entre março de 1998 e outubro de 2002 em 178 centros de diálise na Alemanha. O desfecho primário do estudo foi definido como um composto de morte por causas cardíacas, acidente vascular cerebral fatal ou não fatal e infarto do miocárdio (MI) não fatal, o que ocorrer primeiro (desfecho cardiovascular composto; CVE).

Os dados apontaram que mais de dois terços dos pacientes com diabetes tipo 2 em hemodiálise sofriam de retinopatia diabética. Como esperado, os pacientes com retinopatia diabética tiveram tempo maior em diálise e duração do diabetes. Controle do metabolismo do açúcar, hipertensão, maior índice de massa corporal e menores concentrações de leucócitos foram associados à problemas oculares. Paradoxalmente, altas concentrações de HDL (colesterol HDL, apo AI e apo AII) foram observadas na retinopatia diabética. Enquanto a doença macrovascular no diabetes tipo 2 é principalmente causada por distúrbios do metabolismo lipídico, a doença microvascular está provavelmente conectada ao controle do açúcar no sangue.

Referência