Incrível nova filmagem do Titanic é a de mais alta qualidade que já vimos

0
197
Captura de tela da proa do Titanic das imagens da expedição. (Créditos: OceanGate Expeditions)

Traduzido por Julio Batista
Original de Joshua Zitser para o Business Insider

Uma equipe de expedição capturou imagens da mais alta qualidade do Titanic, o icônico navio de passageiros que afundou em 1912 durante sua viagem inaugural.

A filmagem, que é o primeiro e único vídeo em 8K do mundo do naufrágio subaquático, mostra “detalhes incríveis” que ajudarão os arqueólogos marinhos a estudar mais a taxa de decaimento do Titanic, disse Stockton Rush, presidente da OceanGate Expeditions, a organização por trás a expedição.

Também apoiará os cientistas na identificação da vida marinha que prospera dentro e ao redor do naufrágio, que fica a uma profundidade de cerca de 3,8 km, de acordo com um comunicado de imprensa.

O navio ‘inafundável’

As imagens da equipe da expedição do Titanic de 2022 já levaram especialistas a identificar novos detalhes surpreendentes sobre o navio de luxo malfadado.

“Por exemplo, eu nunca tinha visto o nome do fabricante da âncora, Noah Hingley & Sons Ltd., na âncora a bombordo”, disse Rory Golden, especialista em Titanic da OceanGate Expeditions, de acordo com o comunicado de imprensa.

“Estudo o naufrágio há décadas e completei vários mergulhos, e não me lembro de ter visto nenhuma outra imagem mostrando esse nível de detalhe”, continuou Golden.

“É emocionante que, depois de tantos anos, possamos ter descoberto um novo detalhe que não era tão óbvio com as gerações anteriores de tecnologias de câmera.”

Golden disse que um dos “clipes mais incríveis” da filmagem mostra uma das caldeiras de terminação única que caíram no fundo do oceano quando o Titanic se partiu em dois.

“Notavelmente, foi uma das caldeiras de terminação única que foram vistas pela primeira vez quando o naufrágio do Titanic foi identificado em 1985”, acrescentou ele, de acordo com o comunicado de imprensa.

Dos 2.240 passageiros e tripulantes a bordo do Titanic, mais de 1.500 perderam a vida quando ele atingiu um iceberg no meio do Atlântico.

Relatórios posteriores especularam que levou cerca de seis minutos para a seção de proa, provavelmente viajando a aproximadamente 50 quilômetros por hora, para chegar ao fundo do oceano, de acordo com o Britannica.com, onde ficou por 110 anos.

A captura de tela aprimorada da filmagem da expedição de 2022 mostra uma caldeira de terminação única que caiu no fundo do oceano. (Créditos: OceanGate Expeditions)

Outros detalhes, incluindo o guindaste usado para lançar uma âncora de 15 toneladas e uma manilha que foi originalmente presa ao mastro principal do navio, agora desmoronado, são visíveis na filmagem.

“Mais tarde no vídeo, você vê três estruturas redondas ao longo do interior da grade”, disse PH Nargeolet, um mergulhador veterano do Titanic, de acordo com o comunicado de imprensa.

“Estes são os cabos triplos que foram usados ​​para alimentar as cordas de ancoragem nos cabeços em terra para prender o navio ao cais quando o Titanic estava no porto.”

A filmagem também mostra pequenas luzes verdes do sistema de escalonamento a laser, que permitiu que a equipe da expedição calculasse o tamanho dos objetos que estavam visualizando através de câmeras e da janela principal do submersível Titan.

O Titan, com cinco tripulantes a bordo, é o único submersível de fibra de carbono para mergulho profundo do mundo. Um porta-voz da OceanGate Expeditions disse ao Insider que a organização trabalhou com a NASA para projetá-lo.

Com a expedição do Titanic de 2022 agora concluída, a OceanGate Expeditions já está planejando a próxima viagem ao naufrágio. Ele embarcará em maio de 2023 e capturará novas imagens.