Io: Essa lua de Júpiter possui mais vulcões ativos do que a Terra. Entenda como.

A uma distância do Sol 5 vezes maior do que a Terra, esta lua de Júpiter esbanja calor com erupções vulcânicas espetaculares. Mas como isso é possível?

0
96

Io é uma lua de Júpiter, planeta este que se situa a mais de 5 vezes mais longe do Sol do que a Terra. Portanto, é de se imaginar que seja um lugar totalmente gelado. Porém, em Io, vemos um espetáculo de vulcões ativos – e é o lugar com mais vulcões ativos do Sistema Solar, e ainda mais possui as lavas mais quentes já conhecida por nós, que chegam aos escaldantes 1327 °C. Não acredita? Veja este gif:

Imagem da sonda New Horizons (NASA) durante erupção do vulcão Tvashtar em Io.

O nosso Sistema Solar é um lugar de muitos contrastes, já falamos aqui de como existe gelo no lugar infernal que é Mercúrio (o planeta mais próximo do Sol) e agora estamos falando de um lugar muito longe do Sol que esbanja calor. Obviamente esta energia térmica não está vindo do Sol, estando tão distante assim. Logo, precisamos analisar outros fatores, como possível energia remanescente da criação da lua e radioatividade. Porém, nem estes fatores explicam. Para entender como Io é a caldeira o lugar mais vulcanicamente ativo do Sistema Solar, precisamos entender melhor como funciona a gravidade.

A melhor forma de entendermos isso é visualmente, pois é por conta do fenômeno do Aquecimento de Maré, que envolve as forças de maré – consequência natural da gravidade, que faz a lua se “esticar” e “relaxar” de vez em quando, gerando atrito em todo seu interior, gerando toda essa energia térmica. Portanto me acompanhem neste vídeo no canal Astrotubers:

Para eventuais erros, sugestões ou críticas favor entrar em contato pelo e-mail astrophysicsboy@gmail.com

CONTINUAR LENDO
Compartilhar
Artigo anteriorAs primeiras mulheres na filosofia
Próximo artigoO que é uma plataforma EAD?
Estudante do Bacharelado em Física da UFRN, tem como metas de vida ser um Astrofísico e divulgar ciência de modo a usá-la para entreter pessoas. Faz parte dos projetos de divulgação científica "Astrotubers" e "Massa Cinzenta". Movido pela curiosidade.