Nós somos filhos do Cosmos

5
2414

“O NITROGÊNIO em nosso DNA.  O CÁLCIO em nossos dentes.  O FERRO em nosso sangue.  O CARBONO em nossas tortas de maçã.  Foram criados no interior de estrelas em colapso. Nós somos poeira das estrelas.”
— Carl Sagan

“Estamos todos conectados. Uns aos outros, biologicamente. À Terra, quimicamente. E ao resto do Universo, atomicamente. Isso me faz sorrir. Eu me sinto até grande quando penso nisso. Não é que sejamos melhores do que o Universo. Somos parte do Universo. Nós estamos no Universo e ele está em nós.”
— Neil DeGrasse Tyson

04020_jetincarina_6400x4000

Nós somos filhos do Cosmos. O Cosmos está dentro de nós. Mais do que isso: os átomos em sua mão direita provavelmente se originaram em uma estrela inteiramente diferente dos átomos em sua mão esquerda. De fato, seu corpo – e tudo no mundo ao seu redor – é provavelmente feito de átomos de inúmeras estrelas diferentes, originalmente separadas umas das outros por milhares, milhões ou até bilhões de anos-luz. E esses átomos flutuaram pelo espaço por milhares, milhões ou mesmo bilhões de anos, antes de finalmente se juntarem em nosso sistema solar primordial e aglomerarem-se, sob a ação da gravidade, para formar a Terra e tudo contido – incluindo, em última análise, você!

cdkfo_vw0aecfef

Assim, você não é só feito de poeira estelar, como também possui átomos em seu corpo que são incrivelmente antigos (com alguns bilhões de anos – pelo menos tão antigos quanto o sistema solar em si), e estes têm percorrido um longo caminho, durante muito tempo, a fim de se reunir e formar você. Você é verdadeiramente um filho do próprio Cosmos!

accretion-nature

E isso não para por aí, porque é preciso dizer que quando os organismos vivos morrem, seus átomos são reciclados por apodrecimento e voltam ao ar, à água, às rochas e ao solo. E ao longo de centenas, milhares ou milhões de anos, muitos desses átomos serão posteriormente ingeridos como alimento, água ou ar por gerações subsequentes de organismos vivos, e incorporados em seus corpos por sua vez, e passados para cima e para baixo na cadeia alimentar desta forma.

110815_r21179_g2048-1200
Um homo sapiens ”primitivo”: retrato de um dos muitos indivíduos da nossa espécie.

Por décadas, séculos ou milênios esse processo é mantido, até que eles são finalmente ingeridos por você, como o alimento que você come, o ar que você respira ou a água que você bebe, e são incorporados em seu próprio corpo. Sendo assim, é inteiramente provável que você tenha átomos em seu corpo que estavam uma vez nos corpos dos primeiros organismos vivos neste planeta, e então nos corpos de dinossauros, e então nos corpos de mamutes peludos, e então nos corpos de seres humanos pré-históricos, e assim por diante, para cima e para baixo, até que eles chegaram até você.

Além de ser um filho do Cosmos, seu corpo é também um microcosmo atômico de toda a vida que já viveu neste planeta. E, dado o número impressionante de átomos em seu corpo, e a maneira como eles se espalharam ao redor e se misturaram ao longo de séculos e milênios, seu corpo, sem dúvida, contêm átomos de uma proporção considerável de todos os seres humanos que já viveram – talvez até alguns famosos (ou infames), também.

david_napoleon
Napoleão cruzando os Alpes. Pintura de Jacques-Louis David, concluída em 1800.

Talvez haja um átomo de carbono no seu dedo grande esquerdo que pertencia a Genghis Khan, Alexandre o Grande, Isaac Newton, Einstein ou Napoleão Bonaparte, ou um átomo de enxofre em seu ouvido direito que pertencia a Leonardo Da Vinci, Cristóvão Colombo ou Abraham Lincoln. Na verdade, escolha qualquer pessoa aleatória da história, e você provavelmente pode ter um pouco dela em você!

tumblr_static_tumblr_static_76g19wt37oso0gcw4c04kwosw_640
Leonardo Da Vinci e sua obra ”O Homem Vitruviano”.

Nós somos uma forma do Cosmos se autoconhecer. Somos os herdeiros de bilhões de anos de evolução cósmica. Nossas lealdades pertencem às espécies e ao planeta. Nós falamos pela Terra. Nossa obrigação de sobreviver e florescer pertence, não só a nós mesmos, mas também ao Cosmos, antigo e vasto, do qual surgimos.

pale-blue-dots-04-130723

CONTINUAR LENDO