Os Tetrápodes: uma vida terrestre

3
10218
Devonian Period Mural. Paleoarte por: Julius Csotonyi.

Os vertebrados tiveram uma grande ascensão evolutiva durante o período Devoniano (419-359 m. de anos atrás), quando os primeiros tetrápodes começaram a ‘colonizar’ o ambiente terrestre. Este nome tetrápode significa “animais com quatro membros” ou “dois pares de membros”; cujo nome tem relação com os quatro membros que os seres vivos desta superclasse dispõem.

Os tetrápodes tiveram uma grande irradiação no Carbonífero e Permiano, tendo algumas formas semi-aquáticas e formas terrestres, que se alimentavam-se de peixes, insetos e outros tetrápodes. Os tetrápodes basais são geralmente chamados de “anfíbios”, pelo motivo deste serem os primeiros tetrápodes, que viviam em uma “vida dupla”… sim, estou me referindo exatamente aos anfíbios, pelo motivos destes viverem tanto em ambientes aquáticos quanto terrestres.

PROBLEMAS DE VIDA NO MEIO TERRESTRE 

Obviamente que todo ser vivo tende a adaptar-se em condições hostis, e foi isso que realmente ocorreu com os primeiros tetrápodes. Seu principal problema foi na transição da vida aquática para o ambiente terrestre! A respiração do ar atmosférico não era o grande “vilão”, mas sim o suporte estrutural e o peso. Com base nestes problemas, os tetrápodes tiveram de criar novas formas de locomoção, alimentação, reprodução, visão e até mesmo balanço hídrico.

A transição entre peixes e seres terrestres com quatro membros, que são chamados como Tetrápodes. Autor desconhecido.
A transição entre peixes e seres terrestres com quatro membros, que são chamados como Tetrápodes. Autor desconhecido.

Se observarmos todos esses problemas que os tetrápodes tiveram, é meio difícil de entender o motivo deles terem saído de sua “proteção” no meio aquático para viverem uma série de problemas adaptativos! Existe uma teoria bastante famosa (p. ex., ROMER, 1966) que supõe que os peixes provavelmente se moviam por terra para transitar de uma lagoa para a outra. Isso ocorria pelos longos períodos de seca que eram muito comuns no Devoniano. Supostamente durante estas secas, os peixes ficavam presos em poças de água estagnada. Segundo a conclusão geral, a forma de locomoção terrestre surgiu da necessidade dos peixes se manterem na água!!!

Porém tal teoria até hoje é criticada, até porque existem poucas evidências de que secas sazonais alastravam-se durante o período Devoniano. Uma hipótese mais simples, porém aceita, é de que os vertebrados invadiram o ambiente terrestre por simplesmente necessidade. Por exemplo, no meio terrestre havia um suprimento de comida rico e outrora inexplorado. Essa rica diversidade de plantas e invertebrados se deu durante o Siluriano (período anterior ao Devoniano); ou seja era inevitável que em algum momento algum organismo viesse explorar aquela região.

EVOLUÇÃO

Tudo bem, então os primeiros vertebrados terrestres surgiram de um peixe? Como isso é possível? Bem, segundo estudos paleontológicos e evidências clássicas sobre os antecessores dos tetrápodes, podemos dizer que estes eram os peixes com nadadeiras lobadas. Segundo especialistas na evolução dos tetrápodes como Jennifer Clack, da Universidade de Cambridge, acreditam que esta transição das nadadeiras para membros, possibilitou duas vantagens para os vertebrados aquáticos. A primeira seria que esta mudança permitiria uma capacidade de elevação da cabeça para fora da água, permitindo que os peixes respirassem o ar puro da atmosfera (estas alterações fez com que surgissem mudanças no crânio e pescoço); diferente do ar pobre dos rios e lagos em determinadas ocasiões. A segunda vantagem seria que os membros poderiam ajudar os animais durante a locomoção aquática e até mesmo vencer as correntezas.

Acanthostega. Créditos pela paleoarte para Hakon Lystad.
Acanthostega. Créditos pela paleoarte para Hakon Lystad.

O registro dos tetrápodes iniciais ou antigos é escasso… algumas pegadas na Austrália e ossos do continente Old Red Sandstone permitiram aos paleontólogos que retirassem ideias nobres. Porém, os tetrápodes mais completos conhecidos são o Acanthostega e Ichthyostega do Devoniano Tardio na Groenlândia.

Atualmente a superclasse Tetrapoda abrange mamíferos, aves, répteis e anfíbios. É incrível perceber o que a evolução e adaptação pode fazer com os seres vivos. Porém não podemos esquecer que até hoje a evolução e transição dos peixes com nadadeiras lobadas, para a vida terrestre é motivos de mistérios e discussões.

E qual seria a sua ideia sobre isso? Por que eles invadiram o meio terrestre? Comentem a respeito! Vamos divulgar nossas ideias com o público.

REFERÊNCIAS LITERÁRIAS

Benton, Michael J. Paleontologia de Vertebrados ; traduzido pela editora. — 3. ed. — São Paulo : Atheneu Editora, 2008.

Somática educar, A evolução fundamental dos tetrápodes. (link do site, clique aqui).

 

CONTINUAR LENDO