Seria o ‘Oumuamua uma nave extraterrestre ou um asteroide interestelar?

Pesquisadores de Harvard defendem a hipótese de que o objeto interestelar 1I/'Oumuamua seria um artefato de origem alienígena.

0
216

No final de 2017, os astrônomos descobriram um objeto diferente de todos os que já tinham sido observados. Pela primeira vez na história, um objeto vindo de outra estrela foi observado passando pelo Sistema Solar. Nos últimos dias, o assunto ganhou destaque novamente na mídia: dois astrônomos de Harvard, Shmuel Bialy e Abraham Loeb, publicaram um estudo no qual sugerem a hipótese de que o ‘Oumuamua não seria um corpo semelhante a um asteroide, mas sim um objeto artificial de origem extraterrestre. Seria esta a primeira evidência de que existe vida inteligente fora da Terra?

Entre os principais argumentos apresentados pelos pesquisadores de Harvard, estão o formato bizarro do ‘Oumuamua, diferente de tudo aquilo que conhecemos no Sistema Solar. Seu comprimento é 10 vezes maior que sua largura/altura, algo que não é visto nos asteroides do Sistema Solar.

E as bizarrices não param por aí: depois de passar pelo Sol, o ‘Oumuamua seguiu uma trajetória diferente da que foi prevista pelos astrônomos, o que significa que ele apresentou uma aceleração de origem não gravitacional! De acordo com os autores de Harvard, essa trajetória poderia ser explicada caso o corpo apresentasse uma vela de radiação solar – uma tecnologia artificial, que deveria portanto ter sido produzida por uma civilização extraterrestre.

O astrônomo brasileiro Felipe de Almeida Fernandes já havia publicado um estudo sobre o objeto e concluído que ele vem de uma estrela muito jovem, com idade entre 200 e 400 milhões de anos. Um resultado que, a princípio, vai contra a hipótese defendida pelos pesquisadores de Harvard. Pra explicar melhor esta história, Felipe fez um vídeo para o canal Astrotubers, no qual apresenta tudo o que se sabe sobre este objeto bizarro e discute os principais argumentos a favor (e contra) ele ser uma nave extraterrestre. Ficou curioso? Então dá uma olhada aí no vídeo do Felipe no Astrotubers:

Agradecimentos: Felipe Fernandes por informações cedidas.

Para eventuais erros, sugestões ou críticas favor entrar em contato pelo e-mail astrophysicsboy@gmail.com

CONTINUAR LENDO