(Workshop) Inconsistências em ciência: Um caso em mecânica quântica?

0
2333

Descrição:
Um dos traços distintivos da mecânica quântica não relativística (MQ) em relação à física clássica é a existência de estados de superposição, em especial de estados emaranhados (entangled). Schrödinger, um dos criadores da MQ, disse que a existência de tais estados constitui a característica da MQ. Dirac, outro dos pais da teoria, disse que tais fenômenos não podem ser descritos pelas ferramentas da física clássica. Neste workshop, centramos esforços na discussão sobre se estados superpostos, em particular emaranhados, podem ser vistos como envolvendo algum tipo de contradição (da Costa/de Ronde) ou se não há contradição envolvida, mas um caso de contrariedade apenas (Arenhart/Krause). O workshop contará com exposições apresentando um e outro pontos de vista, e depois um debate será realizado.

Participantes:
Prof. Dr. Christian de Ronde (Center Leo Apostel, Bruxelas, CONICET-UBA)
Prof. Dr. Décio Krause (UFSC, CNPq)
Prof. Dr. Jonas R. B. Arenhart (UFSC)
Prof. Dr. Frederico Firmo de Souza (UFSC)
Prof. Dr. Newton C. A. da Costa (UFSC, CNPq)
Prof. Dr. Osvaldo Pessoa Jr (USP)

Local: Departamento de Filosofia, UFSC – sala CFH 332
Data: dia 13 de Maio de 2014
Inscrições Gratuítas, basta enviar um e-mail para: krause.decio@ufsc.br

Realização: PG-Filosofia/UFSC, Grupo de Lógica e Fundamentos da Ciência UFSC-CNPq

 

CONTINUAR LENDO
Artigo anteriorQual a porcentagem de seu cérebro que você usa?
Próximo artigoSinais falsos de vida em mundos alienígenas
Avatar
Bacharel em Filosofia pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) - e adora saber que a sigla da tua universidade é a mesma sigla da United Federation of Planets do Star Trek. Faz pós-graduação em Lógica e Epistemologia no programa de mestrado da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); é escritor da Editora Poliedro, editora de material didático; criador de conteúdo do portal Universo Racionalista e fuma cachimbo. (O que o cachimbo tem a ver com isso, até agora não sei, mas ao menos parece um bom final de frase). Adora Star Trek, como já deu para perceber, e também divulgação científica. Enfim, vive a trancos e barrancos (como diria sua avó), mas feliz. À todos, uma vida longa e próspera!