Carnaval: Estudar ou Farrear?

Como lidar com a maratona de estudos durante o carnaval? Conversamos com educadores e psicólogos sobre o assunto, que dão dicas para quem deseja conciliar a preparação com a folia.

0
165
Foto/reprodução: Pixabay

O que fazer no carnaval: estudar ou cair na folia?

Essa deve ser a dúvida de muitos estudantes em fase de preparação para o vestibular ou concursos. Na verdade, o período pode ser aproveitado para atender às duas necessidades, pois radicalizar não faz bem a ninguém.

Impulsionar os estudos e melhorar o seu preparo pode estar presente no seu planejamento de maneira saudável. No entanto, não adianta estudar pensando em se divertir. Saiba destinar um tempo para uma das coisas. Segundo a professora Lúcia Dieguez, diretora pedagógica do colégio IBPI, localizado na Barra da Tijuca, tentar manter uma rotina intensa de estudos nesse período e ainda curtir os festejos não é produtivo. Regularidade e harmonia são fundamentais. “A obtenção de bons resultados depende da regularidade nos estudos. O ideal é algumas horas diárias, mas sempre respeitando pelo menos um dia por semana para descanso e lazer”, defende a educadora.

Para o psicólogo Fernando Elias José, mesmo quando o estudante está descansando ou em lazer, a memória está trabalhando para armazenar tudo que foi estudado. “Não fique com peso na consciência. Isso feito, reserve um período para estudar – sejam 5 minutos ou 5 horas, o importante é que esse tempo de estudo seja bem aproveitado”, ressalta o especialista. Além disto, Fernando alerta que é inevitável que o estudante também fique empolgado com a energia festiva vinda das ruas e por isso não há a necessidade de ser radical: “O mais importante é equilibrar o tempo entre diversão e estudos para ter um momento de maior tranquilidade e pegar mais energia. Claro, isto para quem tem a cultura de sair para se divertir durante o carnaval, para os que não possuem, podem tocar o estudo normalmente, equilibrando com o descanso, como faz durante o resto do ano.”

Dicas para encarar os estudos no Carnaval (e também em qualquer outro feriado prolongado no ano):

Aposte na qualidade – É muito comum escutar que não se deve parar de estudar, pois enquanto você estiver parado, alguém certamente estará estudando. Mas é fundamental avaliar se esse estudo tem qualidade.

Planeje-se e identifique onde pode melhorar – Para avançar, o primeiro passo é estar ciente de onde é possível melhorar, para que não haja um desgaste desnecessário. Ao saber dos nossos pontos fracos, conseguimos buscar auxílio, seja reforçando a revisão de um determinado assunto que ainda não foi totalmente aprendido, seja buscando a ajuda de um profissional.

Respeite os seus limites – O estudo será bem feito quando os limites e as diferenças individuais forem respeitados pela família, pelos amigos e, principalmente, pela própria pessoa. Aceite o seu ritmo, valorize as suas qualidades e identifique os seus defeitos. Essa não será uma tarefa fácil, mas com objetivos claros, garra e determinação você vai conseguir.

Em suma, é necessário balancear e conhecer tanto sua rotina de estudos quanto sua necessidade de descanso durante esse Carnaval e outros feriados do ano. Muitos estudantes consideram abandonar a rotina e descansar integralmente. Diminuir e descansar é aconselhável, porém pausar completamente os estudos depende do autoconhecimento do seu progresso e desenvolvimento regular de estudos.

O oposto também deve ser levado em conta: se você considera estudar mais intensamente no Carnaval para compensar, é necessário repensar sua rotina e verificar se ela está sendo sustentável e rendendo-te o suficiente para que alguns dias com um plano de estudos reduzido, ou até mesmo paralisado, como é o Carnaval, não sejam prejudiciais ao seu planejamento.

Para mais informações sobre educação e planejamento acesse: www.colegioibpi.com.br e www.fernandoeliasjose.com.br

CONTINUAR LENDO