Cobra de duas cabeças descoberta nos EUA revela um fenômeno natural raro

0
77
Créditos: Jonathan Mays / Comissão de Conservação de Peixes e Vida Selvagem da Flórida.

Por Brandon Specktor
Publicado na Live Science

O que tem dois cérebros, não tem pernas e dá a melhor foto de perfil no Facebook? Essa seria uma rara cobra de duas cabeças recentemente descoberta por uma gata de estimação em Palm Harbor, Flórida (EUA).

A família da gata foi apresentada de forma inconveniente à serpente incomum há cerca de um mês, quando a felina Olive largou a criatura no chão da sala de estar, de acordo com um post no Facebook. A família ficou perplexa ao ver uma pequena cobra manchada com duas cabeças presas ao mesmo corpo, cada uma capaz de mover seus olhos, pescoço e língua independentemente.

A família chamou a cobra de “Dos” – espanhol para “dois”.

Dos, a cobra de duas cabeças. Créditos: Jonathan Mays / Comissão de Conservação de Peixes e Vida Selvagem da Flórida.

“Seu maior problema é comer”, disse Kay Rogers, a dona da gata, sobre a cobra de duas cabeças no Facebook. “Estamos tentando muitas coisas, mas ela tem problemas para coordenar suas duas cabeças”.

Essa condição – conhecida como bicefalia – é uma anormalidade incomum que ocorre durante o desenvolvimento embrionário, quando gêmeos idênticos não conseguem se separar totalmente, informou a Live Science anteriormente. A condição aparece em todos os tipos de animais, incluindo veados e botos; os humanos parecem encontrar cobras bicéfalas vivas cerca de uma vez por ano.

Em 2019, uma cascavel bebê bicéfala chamada “Double-Dave” (em português: Dave Duplo) apareceu em Nova Jersey (EUA), enquanto uma víbora de duas cabeças surgiu na propriedade de uma família na Virgínia (EUA) em 2018. Dos apenas ajudou 2020 a cumprir sua cota.

Animais bicéfalos tendem a ter uma vida difícil na selva, onde seus cérebros concorrentes tornam mais difícil fazer coisas como capturar presas ou fugir de predadores. Como tal, muitas vezes acabam sob a custódia de especialistas em vida selvagem.

Créditos: Jonathan Mays / Comissão de Conservação de Peixes e Vida Selvagem da Flórida.

Por enquanto, Dos está sendo cuidada pela Comissão de Conservação de Peixes e Vida Selvagem da Flórida (FWC), que recentemente tirou algumas fotos elegantes da cobra para o Facebook. Os especialistas da FWC identificaram Dos como um jovem Coluber constrictor priapus, uma pequena cobra não-venenosa comum no sudeste dos Estados Unidos.

Dos certamente tem uma chance melhor de sobrevivência sob os cuidados dos herpetologistas da FWC do que na natureza (para começar, não há mais necessidade de se preocupar com gatos curiosos), mas a vida estará longe de ser fácil. Na natureza, duas cabeças nem sempre são melhores do que uma. Basta perguntar a esse verme que desenvolveu uma segunda cara na bunda.