Einstein nunca escreveu E = mc² em seu famoso artigo de 1905

A famosa equação que revolucionou a física jamais foi citada no artigo "A inércia de um corpo depende de seu conteúdo de energia?", publicado por Einstein em seu ano miraculoso.

0
209

Por Thomas DeMichele
Publicado no FactMyth

“Se um corpo emite energia L na forma de radiação, sua massa diminui em L/c². A massa de um corpo é uma medida de seu conteúdo de energia.” — Albert Einstein

O artigo de Einstein de 1905 sobre equivalência massa-energia não diz realmente “E = mc2“, mas sim, a grosso modo, “m = L/c2″. Com o acima em mente, Einstein notavelmente escreveu a equação como “E = mc2” na primeira edição da Science Illustrated em 1946 no artigo “E = mc²: O Problema Mais Urgente de Nosso Tempo”. Assim, não se deve interpretar o que foi dito acima como significando que Einstein nunca disse “E = mc2″, mas apenas que ele não disse em seu famoso artigo “A inércia de um corpo depende de seu conteúdo de energia?”.

O que o artigo de Einstein diz?

Em seu artigo, a famosa equação da física nunca aparece. Em vez disso, Einstein escreveu (traduzido do alemão):

“Se um corpo emite energia L na forma de radiação, sua massa diminui em L/c². A massa de um corpo é uma medida de seu conteúdo de energia”.

O L significa energia. Então, parafraseando, a equação seria o equivalente a m = E/c². Posteriormente, isso foi traduzido para um equação mais simples e igualmente correta como E = mc². Einstein não escreveu E = mc² e a tradução exata de suas palavras exatas depende de quão bom é o seu alemão ou da tradução que você está lendo.

Veja dois exemplos de traduções:

1. “A inércia de um corpo depende de seu conteúdo de energia?” [Tradução 1]

2. “A inércia de um corpo depende de seu conteúdo de energia?” [Tradução 2]

Outras maneiras de escrever a equação de equivalência massa-energia

A versão curta da equação de equivalência massa-energia (aquela que não fatora em movimento) pode ser escrita de várias maneiras (incluindo E = mc², m = E/c² e c² = E/m) Todas essas são, na verdade, apenas uma abreviatura para equações mais complexas que influenciam o movimento.

E = mc² ou sua inversão m = E/c² (quando emparelhada com tudo o mais que sabemos) representa um conceito que abre a porta para entendermos a verdadeira natureza das partículas, do espaço-tempo e do Universo. É por isso que é o meme número um da história da física.

Maneiras diferentes de dizer a mesma coisa

O artigo de Einstein não diz realmente “E = mc²”, ele diz, aproximadamente, “m = L /c²”. Para ser justo, essa é apenas outra maneira de dizer a mesma coisa. Para ser ainda mais justo, Einstein mais tarde usou o próprio “E = mc²”.