Engenheiros da NASA transmitem Internet de 622 Mbps à Lua

Publicado na Fudzilla

A NASA conseguiu obter uma conexão de banda larga decente para a lua.

Os engenheiros da NASA conseguiram obter uma velocidade de transferência de 622Mbps para a Lua usando lasers – em vez de ondas de rádio – para transmitir dados entre a sua estação terrestre no Novo México e uma nave espacial que está em órbita da Lua a 239 mil milhas de distância. A agência também foi capaz de fazer upload de dados livres de erros para a nave espacial LADEE (Lunar Atmosphere and Dust Environment Explorer) a uma velocidade de 20Mbps.

As coisas estão se movendo rapidamente para uma banda larga interplanetária. O novo sucesso da LLCD representa um marco importante na comunicação espacial: A NASA já havia dependido de links de dados de radiofrequência, mas eles não são capazes de transportar grandes quantidades de dados que a agência irá exigir no futuro.

Artigo anteriorCientistas descobrem primeiro planeta rochoso semelhante ao tamanho da Terra
Próximo artigoPor que sentimos medo?
Douglas Rodrigues Aguiar de Oliveira
Fundador do projeto de divulgação científica e filosófica Universo Racionalista. Pós-graduação em Ethical Hacking e Cybersecurity do Centro de Inovação VincIT (UNICIV) pela Faculdade Eficaz. Pós-graduação em andamento em Filosofia pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS). Especialização em Epidemiology in Public Health Practice pela Johns Hopkins University (Coursera Specialization). Especialização em Fundamentals of Computing Network Security pela University of Colorado System (Coursera Specialization). Especialização em Journey of the Universe: A Story for Our Times pela Yale University (Coursera Specialization). Especialização em andamento em Computational Social Science pela University of California, Davis (Coursera Specialization). Graduação em Tecnologia em Redes de Computadores pela Universidade de Franca (UNIFRAN). Graduação em andamento em Tecnologia em Radiologia pela Universidade Nove de Julho (UNINOVE). Editor-chefe do Instituto Ética, Racionalidade e Futuro da Humanidade. Colaborador da revista cética argentina Pensar, uma publicação da organização internacional Center for Inquiry. Endereço do Currículo Lattes e do Catarse.