Ex-morador de rua agora vive em uma casa impressa em 3D

0
265
Créditos: ICON / Futurism.

Por Dan Robitzski
Publicado no Futurism

Inauguração da casa

Pela primeira vez, um ex-morador de rua pôde se mudar e ficar confortavelmente alojado em uma pequena casa impressa em 3D.

Tim Shea, um homem de 70 anos dos Estados Unidos que luta contra o vício e, anteriormente, lutava contra a falta de moradia, mudou-se para uma casa de 400 metros quadrados impressa pela organização sem fins lucrativos New Story e pela empresa de tecnologia de construção ICON em setembro, de acordo com a Green Matters. Esse é um grande passo para a indústria imobiliária de moradias impressas em 3D, que há muito tempo promete – mas ainda não entregou – uma nova ferramenta para combater a situação dos moradores de ruas.

Finalmente, o conforto

Agora, vários meses vivendo dentro de uma casa impressa em 3D, Shea diz que as coisas mudaram completamente para ele.

“Quando descobri que seria a primeira pessoa na América a mudar para uma casa impressa em 3D, eu achei incrível”, disse Shea ao New York Post. “As mesmas pessoas de quem eu fugia, agora estou me aproximando. Se você esteve em ambos os lados da cerca, você sabe que algumas pessoas só precisam de um pouco de incentivo e apoio”.

Inovação importante

No ano passado, a ICON compartilhou um pequeno vídeo mostrando a impressora 3D com jato de concreto em funcionamento.

Todo o processo leva cerca de 48 horas do início ao fim e usa de 20 a 30 por cento menos matéria-prima de construção do que as habitações convencionais, de acordo com a Green Matters, então será bastante simples fazer com que a casa de Shea seja a primeira de muitas.