Mancha brilhante na direção do Sol em imagem da Curiosity Rover da NASA

"Alegações extraordinárias, exigem evidências extraordinárias." - Carl Sagan.

Crédito da Imagem: NASA.

Esta imagem da câmera de navegação (Navcam) da Curiosity inclui um ponto brilhante perto do canto superior esquerdo. O sol está na mesma direção, a oeste-noroeste, acima do quadro. Aparecem manchas brilhantes em imagens do rover quase toda semana. As explicações para elas são os raios cósmicos que atingem o detector de luz ou a luz solar brilhando sob as rochas.

A câmera do olho direito da Navcam gravou este quadro durante a tarde do 589º dia marciano. Imagem feita pela Curiosity em Marte (3 de abril de 2014), a partir do local onde o rover atingiu um waypoint chamado “Kimberley”. Uma imagem tirada pela câmera do olho esquerdo da Navcam dentro de um segundo do mesmo tempo não inclui um ponto brilhante deste tipo.

Crédito da Imagem: NASA/JPL-Caltech.
Crédito da Imagem: NASA/JPL-Caltech.

Um par de imagens da Navcam na mesma direção a partir da tarde anterior tem um ponto brilhante semelhante localizado na imagem do olho direito, mas não na imagem do olho esquerdo.

Imagem do olho direito da Navcam

Crédito da Imagem: NASA/JPL-Caltech.
Imagem do olho direito da Navcam.
Crédito da Imagem: NASA/JPL-Caltech.

Imagem do olho esquerdo da Navcam

Crédito da Imagem: NASA/JPL-Caltech.
Imagem do olho esquerdo da Navcam.
Crédito da Imagem: NASA/JPL-Caltech.

Uma possível explicação para o ponto luminoso nesta imagem, é um brilho na superfície da pedra refletindo o sol. A outra é o raio cósmico batendo no detector de luz da câmera, um CCD (charge-coupled device). O padrão dos raios cósmicos nas imagens do rover, variam de um ponto a outro dependendo do ângulo em que o raio atinge o detector.


Artigo publicado na NASA’s Jet Propulsion Laboratory.

CONTINUAR LENDO
Artigo anteriorWorkshop Moving Naturalism Forward
Próximo artigo“Homeopatia não funciona”, diz estudo
Douglas Rodrigues Aguiar de Oliveira
Sou fundador do Universo Racionalista | Graduando em Tecnologia em Redes de Computadores pela Universidade de Franca | Pós-graduando em Ethical Hacking e Cybersecurity do Centro de Inovação VincIT (UNICIV) pela Faculdade Eficaz | Especializando em Cybersecurity pela Rochester Institute of Technology (edX MicroMasters Programs) | Especialização em Fundamentals of Computing Network Security pela University of Colorado System (Coursera Specialization) | Especialização em Journey of the Universe: A Story for Our Times pela Yale University (Coursera Specialization) | Graduação interrompida em Licenciatura em Filosofia pela Universidade de Franca | Colaborador do Instituto Ética, Racionalidade e Futuro da Humanidade | Colunista da Climatologia Geográfica | Membro da Rede Brasileira de Astrobiologia | Membro do Science Vlogs Brasil | Interesse em Divulgação Científica das ciências fáticas em geral | Interesse em Filosofia da Ciência no problema da demarcação entre Ciência e Pseudociência e da justificação entre Realismo e Antirrealismo | Estudando também o problema entre Tecnologia e Pseudotecnologia na Filosofia da Tecnologia | Interesse em Segurança Defensiva e Segurança Ofensiva em sites, servidores e redes de computadores | Endereço do Currículo Lattes e do LinkedIn.