Não, a jovem Alyssa Carson não foi selecionada pela NASA para ser astronauta e não será a primeira mulher em Marte

O porta-voz da NASA, Sean Potter, e até mesmo o pai de Alyssa, Bert Carson, negam qualquer envolvimento com a agência espacial.

0
168

Alyssa Carson, de 17 anos, atraiu a atenção da mídia por sua determinação em fazer parte de uma missão espacial a Marte. Mas embora seu desejo tenha sido reconhecido pela Administração Nacional de Aeronáutica e Espaço (NASA), ela não está oficialmente em treinamento com essa organização para se tornar uma astronauta ou participar da primeira missão humana a Marte.

As origens do boato nos veículos de mídia

O site Bored Panda – conhecido por suas listas, histórias “virais” e enervantes retratos de gatos em 3D – postou uma história afirmando que Alyssa Carson, de 17 anos, está sendo treinada pela NASA para “se tornar uma astronauta”. Mais especificamente, para ser a primeiro astronauta em Marte. A alegação foi também compartilhada pelo The Sun, Unilad, Fempositive e vários outros veículos de mídia.

Uma pequena história da trajetória de Alyssa

Carson começou a chamar a atenção da mídia quando tinha 12 anos, quando já havia comparecido a três lançamentos de ônibus espaciais diferentes e participado de acampamentos espaciais da NASA em três países diferentes. Ela também foi a primeira pessoa a concluir o programa “Passaporte para explorar o espaço” do Complexo de Visitantes do Centro Espacial Kennedy, que exige a visita a cada um dos 14 centros de visitantes da NASA em nove estados diferentes nos EUA. O Complexo de Visitantes do Centro Espacial Kennedy, no entanto, é administrado por contratado pela NASA e não é financiado pela própria agência.

A conclusão do programa “Passaporte para explorar o espaço” também levou Carson a ser um dos palestrantes em um evento organizado pela NASA e pelo Smithsonian, marcando dez anos de exploração pelos Mars Exploration Rovers. Além disso, Carson tem seu próprio indicativo de chamada, “Blueberry”.

Sean Potter, porta-voz da NASA, nega qualquer afiliação e relacionamento formal com Alyssa Carson

No entanto, o porta-voz da NASA Sean Potter confirmou que Carson não está treinando ou sendo “preparada” por essa agência,como alguns relatórios sugeriram. Também ao contrário de alguns relatórios, o Programa de Candidatos a Astronautas da NASA não exige idade para as inscrições, embora de acordo com a agência “os candidatos a astronautas selecionados no passado tenham idades entre 26 e 46 anos, com média de 34 anos”.

“Embora a Sra. Carson use ‘NASA’ em sites e redes sociais como Twitter e Instagram, não somos afiliados de forma alguma. A NASA tem muitas maneiras de envolver os alunos para promover as missões centrais da NASA e a exploração espacial em geral, e adoramos ver os alunos ficarem interessados ​​e animados. No entanto, não temos nenhum relacionamento formal com a Sra. Carson”.

Os requisitos necessários para se tornar um astronauta, segundo a NASA

De acordo com o site da NASA, para se tornar um astronauta, o candidato precisa ter:

1. Graduação em engenharia, ciências biológicas, ciências físicas, ciências da computação ou matemática;
2. Pelo menos três anos de experiência profissional relacionada obtida após a conclusão do curso OU pelo menos 1.000 horas de tempo de piloto no comando em aeronaves a jato;
3. A capacidade de passar pelo físico de astronauta de longa duração da NASA. A acuidade visual para longe e para perto deve ser corrigível para 20/20 para cada olho. O uso de óculos é aceitável.

Os candidatos então passam por um extenso processo de entrevista e, se eventualmente selecionados, “devem completar um período de treinamento de dois anos”.

O próprio pai de Alyssa nega qualquer treinamento com a NASA

Em dezembro de 2017, o presidente Donald Trump assinou a Diretiva de Política Espacial 1 da Casa Branca, que seu governo disse que “estabeleceria a base” para uma missão a Marte. O pai de Alyssa, Bert Carson, disse à revista Teen Vogue que empresas privadas “consideraram” enviá-la em missões ao espaço – embora não a Marte.

“Se conseguirmos encontrar uma missão para ela nos próximos dois anos, ela será a primeira criança do mundo a ir para o espaço. Se conseguirmos fazer isso antes dos 20 anos, ela será a primeira adolescente”.

Um grupo privado, o MarsOne, já escolheu Carson para ser uma de suas embaixadoras. Carson escreveu no site desse grupo sobre seu interesse em visitar o Planeta Vermelho:

“Eu adoraria ir a Marte porque é um planeta onde ninguém esteve antes. Tem quase o mesmo tamanho da Terra e há calotas polares no topo e na base de Marte. Isso significa que há água em Marte. Esta poderia ser nossa próxima Terra. Basta pensar em todas as coisas que estão no espaço. Por exemplo: planetas que nunca exploramos, galáxias que nunca ouvimos falar, estrelas que são apenas bebês, buracos negros que são tão largos como a distância do Sol a Plutão várias vezes e têm a massa de um bilhão de sóis, partes do Universo que nós nunca vimos. Basta pensar em todas essas coisas flutuando. É mais do que você pode imaginar”.

Bert Carson, declarou que “nunca divulgou que ela estava treinando com a NASA”. Ele disse que ela receberá um certificado em astronáutica aplicada do Projeto PoSSUM:

“Não sei quem ou por que essa história começou, que tenho certeza de que era uma isca de clique, mas temos tentado com toda a força e rapidez impedir a desinformação”.

O Projeto PoSSUM não certifica ninguém para ir ao espaço, muito menos para uma missão humana a Marte

Não foi encontrado nada no site do Projeto PoSSUM afirmando que a Advanced PoSUMM Academy oficialmente certifica graduados para ir ao espaço.Um voo até Marte está muito longe das ambições do Projeto PoSSUM, que aliás é uma sigla que significa “POlar Suborbital Science in the Upper Mesosphere”, que, dependendo da fonte, fica no máximo a 120 km de altitude. Também não existe nenhuma garantia de que viajar “para todos os 14 Centros de Visitantes da NASA” dá a Carson “tudo que ela precisa para chegar” a Marte.

Conclusão: o que há de fato e mito na história de Alyssa Carson

O que é verdade: Alyssa Carson, de 17 anos, participou de vários acampamentos espaciais da NASA, concluiu o programa “Passaporte para explorar o espaço” do Complexo de Visitantes do Centro Espacial Kennedy e expressou o desejo de participar de uma missão a Marte.

O que é falso: Carson não está treinando com a – ou sendo preparada pela – NASA para se tornar uma astronauta, ou para participar da primeira missão humana a Marte.

Isso não significa, no entanto, diminuir a dedicação de Carson e seu objetivo de chegar a Marte.

Todas as referências bibliográficas citadas no artigo:

O artigo do site Bored Panda, onde começou a circular o boato.

O artigo do site The Sun, um dos primeiros veículos a disseminar o boato.

O artigo do site Unilad, um dos primeiros veículos a disseminar o boato.

O artigo do site Fempositive, um dos primeiros veículos a disseminar o boato.

Alyssa começa a chamar a atenção da mídia aos 12 anos.

Alyssa se torna a primeira pessoa a concluir o programa “Passaporte para explorar o espaço” do Complexo de Visitantes do Centro Espacial Kennedy.

O Complexo de Visitantes do Centro Espacial Kennedy é administrado por contratado pela NASA e não é financiado pela própria agência.

Alyssa se torna um dos palestrantes de um evento organizado pela NASA, em comemoração aos dez anos de exploração pelos Mars Exploration Rovers.

O nome indicativo de chamada de Alyssa, “Blueberry”.

O porta-voz da NASA Sean Potter confirmando que Carson não está treinando ou sendo “preparada” pela agência, embora Alyssa use o nome da NASA em suas redes sociais.

Alguns relatórios sugerindo equivocadamente que Alyssa estava sendo treinada pela NASA para ir a Marte.

Os requisitos para se tornar um astronauta, de acordo com o site da própria NASA.

O presidente Donald Trump assina a Diretiva de Política Espacial 1 da Casa Branca, que “estabeleceria a base” para uma missão a Marte.

Entrevista do próprio pai de Alyssa, Bert Carson, para a revista Teen Vogue, negando qualquer treinamento com a NASA.

Alyssa manifestando seu interesse em visitar o Planeta Vermelho.

Não há nenhuma garantia de que o Projeto PoSSUM oficialmente certifica graduados para ir ao espaço.

Um voo até Marte está muito longe das ambições do Projeto PoSSUM, que aliás é uma sigla que significa “POlar Suborbital Science in the Upper Mesosphere”, que, dependendo da fonte, fica no máximo a 120 km de altitude.