O que Thriller tem a ver com astronomia

3
2865

Música que dá nome ao álbum mais bem sucedido da história da indústria fonográfica mundial, com cerca de 65 milhões de cópias vendidas, Thriller possui uma breve ligação com astronomia. Antes de chegar à letra que conhecemos, a canção era intitulada Starlight (Luz das Estrelas).

A demo, que possui cinco minutos e praticamente a mesma sonoridade da música final, não fala em zumbis e noite de terror, mas sim em uma relação amorosa à luz das estrelas. O refrão é “Precisamos da alguma luz das estrelas / Luz da estrela Sol / Não há segunda chance / Nós temos de fazê-lo enquanto podemos”.

Starlight foi ignorada no primeiro semestre de 1982. Após conversa com Quincy Jones, produtor do álbum, o compositor Rod Temperton concluiu que a faixa que batizaria o próximo disco de Michael Jackson precisaria de um nome mais impactante. Três anos antes, coubera a Rod a honra de ver sua criação, Off the Wall, nomear o quinto disco de estúdio do futuro Rei do Pop.

“Fui para o hotel (após a conversa com Quincy Jones), escrevi 200 ou 300 títulos, e veio à minha mente ‘Midnight Man’”, relatou o músico no documentário radiofônico da BBC Radio 2 Rod Temperton: The Invisible Man. “Na manhã seguinte, eu acordei, e apenas falei essa palavra… Algo em minha cabeça apenas dizendo: ‘Esse é o título’. Você pode ver isso no topo da lista da Billboard. Você pode ver o merchandising para essa palavra, como pulou a página como Thriller”.

Embora não desfrute de uma temática com tantos eventos astronômicos, astros e afins quanto outras músicas – como Space Oddity, de David Bowie, Starlight foi o ponto de partida para um álbum que não parecia deste mundo. Definitivamente.

CONTINUAR LENDO