Pessoas com sobrepeso consideradas como saudáveis e sem histórico familiar já apresentam riscos para desenvolver diabetes

0
294
Créditos: Towfiqu Photography / Getty Images.

O diabetes mellitus (DM) é um distúrbio metabólico, pelo qual sua principal característica clínica inclui alta concentração de glicose no sangue. O DM pode ser classificado como tipo 1 (DM1) e tipo 2 DM (DM2). O DM1 é desencadeado pela destruição autoimune das células β, induzindo deficiência completa de insulina, enquanto o DM2 é produzido pela perda da secreção de insulina das células β.

Entre os sintomas do DM, podemos referir-se a lesões por microvasculatura, cardiomiopatias e neuropatias. A disfunção autonômica em indivíduos com DM envolve comprometimento da função nervosa periférica, resultando em aumento substancial da morbidade e mortalidade.

Pesquisadores da Kerala Institute for Medical Sciences analisaram alterações metabólicas precoces em adultos jovens saudáveis com sobrepeso sem histórico familiar de doenças metabólicas. O estudo foi publicado na Scientific Reports.

Foram avaliados 110 sujeitos de 18 a 40 anos e um número igual de homens e mulheres. Indivíduos sem doença cardiovascular, respiratória, em metabólica foram incluídos na amostra.

Os participantes foram divididos nos seguintes grupos: (1) controles saudáveis, (2) parentes de primeiro grau de pacientes com diabetes tipo 2, (3) aqueles com excesso de peso, sobrepeso e (4) aqueles com pré-diabetes.

Na manhã do dia do estudo, uma amostra de sangue em jejum foi coletada da veia da mão de cada participante. Posteriormente, foi realizada uma refeição mista com base na caloria necessária para o peso corporal ideal do participante. O peso corporal ideal foi estimado usando a fórmula de Lorenz para o cálculo das calorias necessárias.

Foram analisados colesterol total, colesterol HDL, LDL, glicemia, insulina, hemoglobina glicada, triglicérides e proteína C reativa.

O estudo revelou alterações metabólicas precoces associadas à resistência à insulina em adultos jovens normoglicêmicos com sobrepeso, mas ainda não são obesos. Verificou-se que indivíduos com sobrepeso tinham sensibilidade à insulina prejudicada. O perfil lipídico sérico e os marcadores relacionados à obesidade / diabetes foram alterados e as variáveis metabólicas pós-prandiais foram distintas em indivíduos com sobrepeso. Níveis elevados de proteína C reativa e valores baixos de colesterol HDL, como relatado em indivíduos obesos, foram observados em indivíduos com sobrepeso.

Portanto, a pesquisa indica que o sobrepeso pode ser mais perigoso do que é imaginado pela população.

Referência

  • Kumar, A.A., Satheesh, G., Vijayakumar, G. et al. Postprandial Metabolism is Impaired in Overweight Normoglycemic Young Adults without Family History of Diabetes. Sci Rep 10, 353 (2020). https://doi.org/10.1038/s41598-019-57257-2