Qual é o fato mais impressionante sobre buracos negros?

0
743

Artigo traduzido e originalmente publicado no site Quora por Matthew Lee.

Esta é uma comparação do diâmetro do Sol com o diâmetro da Terra.O Sol em si tem espaço suficiente para caber confortavelmente 1,3 milhões de planetas do mesmo tamanho da Terra dentro de seu envelope escaldante – isso é muito grande, considerando o fato de que para nós, humanos, uma viagem da Inglaterra para Los Angeles já é considerada uma distância imensa.

A fim de transformar o Sol em um buraco negro, você deve comprimir toda a matéria que você vê na bola de fogo de plasma acima em um determinado tamanho – que é chamado de raio de Schwarzschild, ou raio gravitacional.

(Extremamente simples. Você apenas multiplica por dois a constante gravitacional G (6,674*10^-11), e então multiplica-a com a divisão da massa do objeto pela velocidade da luz (299,792,458 m/s) ao quadrado.)

O conceito deste termo é bastante simples: se você comprimir uma determinada esfera no raio de Schwarzschild, a velocidade de escape da superfície da esfera seria igual à velocidade da luz – formando assim o que todos conhecemos como um buraco negro.

Se você fosse comprimir o Sol no raio de Schwarzschild, você terá um buraco negro com um diâmetro de 3 quilômetros. E se você tentar comprimir a Terra, você terá um buraco negro minúsculo com o diâmetro de 9mm (mais ou menos do tamanho mostrado na imagem abaixo).

Agora conheça S5 0014 + 81.

É o maior buraco negro já descoberto, sendo 40 bilhões de vezes mais pesado que o nosso Sol (na última observação feita).

Se você resolve a equação acima, você descobrirá que esse buraco negro tem um raio de Schwarzschild de cerca de… 119 bilhões de quilômetros, juntamente com um diâmetro de cerca de 236,39 bilhões de km.

Para lhe dar uma perspectiva melhor:

Você vê aquele pequeno ponto azul que eu desenhei no meio do buraco negro?

É isso:

Sim, o que você está observando é o nosso Sistema Solar inteiro, incluindo Plutão, que descanse em paz :(.

S5 0014 + 81 é 47 vezes maior em diâmetro do que a distância de Plutão ao Sol. A espaçonave New Horizon, por exemplo, levou 9 anos para viajar da Terra a Plutão à uma velocidade de 16,26 quilômetros POR SEGUNDO.

BOOOM * o som de sua mente explodindo *

Eu realmente não esperava que esta resposta obtivesse reações positivas, então deixe-me apresentar uma coisa mais …

BÔNUS: O tamanho de S5 0014 + 81 deve-se ao fato de este ser um buraco-negro sortudo o suficiente para obter uma grande quantidade de “fonte de alimento” no Universo e crescer a partir daí consumindo muitas estrelas e poeiras galácticas em sua vida.

Então, e se re-expandirmos nosso cara aqui com uma massa bônus do tamanho original usando nossa estrela mais próxima – o Sol – como marcador? Embora eu entenda que há uma série de processos complexos que decidiram o tamanho final da estrela em sua formação, isso deve ser considerado como alimento para o pensamento.

O Sol (1 Mo) tem um diâmetro de 1.391.982 quilômetros. S5 0014 + 81 possui 40,000,000,000 Mo. Então, a “estrela” S5 0014 + 81 deve ter um diâmetro de 55.679.280.000.000.000 de quilômetros. Ou 1804 Parsecs – 5885 anos-luz.

Isso é 5 vezes mais espesso do que a espessura da Via Láctea!

A maior estrela que já descobrimos é UY Scuti.

(A laranja mais luminosa)

Tem um diâmetro de aproximadamente 2,4 bilhões de quilômetros. 

É assim que ela é comparada ao Sol:

Role para cima na leitura para ver o diâmetro da ”estrela” S5 0014 + 81.

Comparado com o de UY Scuti, ele é 23.199.700 vezes maior.

Aqui está mais uma comparação. Tente encontrar o Sol nessa imagem:

Já encontrou?

Não?

Sabe por quê?

Porque o Sol não é maior do que o tamanho de um único pixel nesta imagem.

CONTINUAR LENDO
Artigo anteriorDesmistificando o Autismo
Próximo artigoDepressão e a compreensão de sua etiologia
Ruan Bitencourt Silva
Nativo de Lages, Santa Catarina, eu sou cético, liberal, secularista, humanista, ateísta, roqueiro punk, flamenguista e um fã assíduo da ciência, da música, do esporte, da literatura e da cinematografia. Apaixonado por rock e pelo Universo, sonho em me tornar um guitarrista e astrofísico profissional (e, quem sabe, ser premiado com um Nobel e/ou um Grammy). Sou constantemente inspirado todos os dias por bandas como Nirvana, Legião Urbana e Green Day, por músicos como Kurt Cobain, Renato Russo e Billie Joe Armstrong, e por personalidades históricas como Carl Sagan, Isaac Newton e Albert Einstein. Atualmente ocupo meu tempo compondo músicas, escrevendo textos, lendo, tocando guitarra, e assistindo minhas séries preferidas. Pretendo, nos próximos anos, iniciar um bacharelado no ramo da Física, e após o término deste, construir uma pós-graduação voltada ao ramo da Astronomia. Se por ventura esse plano não der certo, seguirei a carreira como guitarrista e compositor, seja em uma banda completa ou até mesmo em uma carreira solo.