27 dicas para identificar charlatões nas redes sociais

16
2183

Publicado na Skepticom

Se você está em dúvida se alguém é um charlatão, aprenda a identificá-los facilmente com este guia prático:

1. Eles fazem reivindicações extraordinárias citando como origem cientistas russos. Também é comum apelar para cientistas britânicos. Melhor ainda se eles forem da Universidade de Oxford.

2. Eles acreditam nas notícias da Russia Today.

3. Sofrem de quimiofobia, ou seja, eles acreditam que os produtos químicos (especialmente os que possuemnomes muito longos) foram concebidos por corporações do mal para envenenar através do ar, água e alimentos.

4.Usar a palavra quântico fora do contexto da física quântica.

5. Citam como fonte de verdade pessoas como Zecharias Sitchin, Sixto Paz, Deepak Chopra, comandante Clomro, Erich von Däniken, Ashtar Sheran, J. J. Benitez, Jaime Maussan, Salfate, Martelo Vermelho, Alberto Urquiza, Jacque Fresco, Alejandro Jodorowsky, Jaime Rodriguez, Peter Joseph, David Icke, Alex Jones, entre outros.

6. Inventam planetas e eventos astronômicos.

7. Usam termos como positivista ou cientificista pejorativamente.

8. Usam vídeos de youtubers conspiracionistas como prova irrefutável.

9. Se o vídeo não funciona, apelam para o argumento de que há uma censura de qualquer organização ou instituição poderosa para justificar a falta de provas.

10. Acreditam em lojas secretas que dominam o mundo e na Nova Ordem Mundial.

11. Acreditam que a sociedade se encontra adormecida em um sono profundo (induzida por um reinante poder real), dos quais apenas eles foram capazes de acordar.

12. Têm uma visão maniqueísta da sociedade. Dividem o mundo entre o bem e o mal, vítimas e algozes, opressores e oprimidos.

13. São anti-semitas.

14. Acreditam em alma, pachamama, consciência universal e lei da atração.

15. São geralmente primitivistas e anticientíficos.

16. Acreditam que a medicina moderna é apenas uma arma do imperialismo.

17. Acreditam que a indústrias farmacêuticas são máfias que impedem a cura de certas doenças, a fim de lucrar com a vida da população.

18. Eles acreditam que o óleo de cannabis cura o câncer.

19. Tentam fugir de críticas referindo-se à alegada falta de visão e abertura de espírito de céticos e cientistas ortodoxos.

20. Xingam de nomes quem discorda deles.

21. Acreditam que em algum momento da humanidade foi visitada por seres de outras galáxias, a fim de ensiná-los a empilhar toneladas de pedra em forma de triângulos gigantes.

22. Para eles, todo ato terrorista é uma cortina de fumaça.

23. Eles tendem a ser solitários. Consideram a espécie humana uma praga para o planeta.

24. Seguem práticas pseudo-médicas com nomes estranhos que combinam terminologia científica para soar mais credível. Como a energia de cura-bio-psico-neuro-geomagnético quântica.

25. Eles acreditam que a televisão, futebol e outros meios de entretenimento são armas de distração, concebidas para cobrir a realidade social que nos mantêm alienados.

26. Acreditam em coisas como movimento perpétuo e energia infinita, e garantem que Nikola Tesla desenvolveu energia livre, mas foi vítima de uma trama nas mãos das máfias de petróleo.

27. Faltam de interpretação de texto, não sabem distinguir um hoax de uma informação real e só acumulam informações e manchetes escandalosas com histórias incríveis de abduções, conspirações, curas milagrosas, o controle da população e naves que viajam para destruir-nos dos confins da galáxia.

CONTINUAR LENDO