Daniel Dennett e os 4 passos para argumentar de forma inteligente

Tenha debates mais construtivos e produtivos com estas dicas preciosas de Daniel Dennett!

1
2074
Daniel Dennett e os 4 passos para argumentar de forma generosa e inteligente.

“A Terra desenvolveu um sistema nervoso, e somos nós.”

— Daniel Dennett

Quando você entra na internet e acessa alguma rede social, como o Facebook, é normal rolar a linha do tempo e ver alguma discussão acontecendo nos comentários de alguma postagem polêmica.

Sei lá por que, mas você percebeu que tem tempo livre e que aquele assunto, de alguma forma, te interessa. Então começa a ler os comentários. De repente você percebe que as pessoas estão se rebatendo de uma forma meio hostil, andando em círculos e provavelmente a discussão não levará ninguém a nada de construtivo.

Você percebe que em cada argumento há pelo menos uma falácia amparada em vieses cognitivos. E então você se pega pensando: “nossa, como seria melhor se as pessoas fossem mais generosas umas com as outras!”

Pois é. Todos conseguimos pensar num ideal de convívio em sociedade. Mas enquanto o ideal não chega, bora seguir as palavras do Gandhi: “Seja a mudança que você quer ver no mundo”.

E é por isso que hoje trago aqui 4 passos para argumentar de forma inteligente e generosa, dicas preciosas do filósofo americano Daniel Dennett, em seu livro Intuition Pumps and Other Tools for Thinking.

Estas dicas podem ser encontradas no livro “Intuition Pumps and Other Tools for Thinking”, de Daniel Dennett, em que ele oferece o que chama de “o melhor antídoto para a tendência de caricaturizar nossos oponentes”. Vale indicar que as dicas aqui listadas são uma formulação do psicólogo social Anatol Rapoport, criador da famosa estratégia tit-for-tat da Teoria dos Jogos.

O intuito de Daniel Dennett é nos despertar para o fato de que adotar uma postura de abertura psicológica pode transformar nossos oponentes em pessoas mais receptivas para nossas ideias, nossas críticas e divergências — o que é uma ótima maneira de avançarmos nossos debates e torná-los mais produtivos e enriquecedores.

Para mais vídeos sobre filosofia e ciência, inscreva-se no meu canal.

CONTINUAR LENDO