Homens que não têm um cuidador enfrentam um maior risco de serem colocados em uma casa de repouso após um AVC

Um estudo publicado no Journal of the American Geriatrics Society descobriu que em homens com 65 anos ou mais que sobreviveram a um AVC isquêmico, a falta de um cuidador disponível foi associada com o triplo risco de internação na casa de repouso dentro de cinco anos. Um risco semelhante não foi observado em mulheres.

Para a análise, o pesquisador examinou os dados das afirmações da Medicare de 2003 a 2013 e os resultados da entrevista do estudo da The REasons for Geographic and Racial Differences in Stroke (REGARDS).

Os resultados sugerem que os médicos devem permanecer conscientes do importante papel que os cuidadores desempenham em ajudar os idosos a permanecerem independentes.

“Nossa pesquisa destaca os adultos mais velhos como sendo vulneráveis à perda de vida independente, se eles não puderem buscar alguém para cuidar deles”, disse o autor principal, Dr. Justin Blackburn, da Universidade do Alabama, em Birmingham. “Isso é particularmente verdade para os homens mais velhos, que podem ser incapazes de acessar ou relutar em usar serviços formais em sua casa ou comunidade”.

Referência

CONTINUAR LENDO