Livro brasileiro ensina neurociências para crianças

0
886

O livro “Caçadores de Neuromitos kids – Em busca da verdade sobre o cérebro” conta a história dos 3 caçadores, sendo eles os autores do livro – os professores Larissa Zeggio, Roberta Ekuni e Orlando F. A. Bueno – que estão em busca de caçadores mirins para ajudar a combater o monstro Neuróquio – o Pinóquio das neurociências. Para isso, eles usarão o evidenciol, que são as evidências científicas para combater as neurobobagens.

Neurobobagens são informações difamadas pelo Neuróquio, que é um vilão porque espalha mentiras sobre o cérebro em muitos lugares. Ele se diz um “expert” das neurociências, mas o fato é que ele não sabe muito bem como o cérebro funciona. Ele ouve alguma coisa que acha interessante e já sai espalhando isso nas mídias sociais e nos jornais, sem nem ao menos conferir antes (acredito que todos nós conhecemos alguns neuróquios da vida real).

É explicado no livro o que é o cérebro e como ele funciona para crianças: onde ele fica, como ele está protegido, quais as células o compõe e quais são os lobos cerebrais.  Exemplos de “neuromitos” abordados neste volume infantil são de que temos 100 bilhões de neurônios no cérebro, de que o neurônio é a célula mais importante do cérebro (falando sobre as glias) e que teríamos apenas 4 lobos cerebrais, pois o Neuróquio estaria escondendo um, que as crianças terão que achar. Em meio a toda essa caçada as crianças participam de atividades como pintar, desenhar, caça-palavras, escrever e labirinto. Para a criança entrar na equipe de caçadores, ela precisa completar a carteirinha de caçador de neuromitos, para isso, tem que concluir as missões para ganhar figurinhas.

Este livro faz parte de um projeto maior que é o dos Caçadores de Neuromitos que começou em 2013, do qual este é o primeiro livro especificamente para o público infantil. É um projeto que envolve cerca de 40 neurocientistas e tem o objetivo de desmistificar e orientar a população a ter um maior senso crítico para coisas que tem “neuro” na frente, explicando o porquê de mitos como que usamos 10% do cérebro estão errados ou se possuem algum componente “plausível”, elaborando um pensamento mais crítico. O projeto é sem fins lucrativos e suas ilustrações foram feitas de forma voluntária, você pode adquirir o livro ou ajudar o projeto neste link. O dinheiro extra arrecadado é usado para produção de outros livros e doação de exemplares.

Agradecimentos: A Profª Larissa Zeggio pelas informações cedidas em entrevista.

Para eventuais erros, sugestões ou críticas favor entrar em contato pelo e-mail astrophysicsboy@gmail.com

CONTINUAR LENDO