Os mitos relacionados a Isaac Newton

0
2448

Por Sarah Dry
Publicado na Oxford University Press

Após quase trezentos anos desde sua morte, Isaac Newton é tanto um mito como um homem. O mítico Newton abunda em contradições; ele é um gênio semi divino e um alquimista louco, um pensador solitário e sombrio e um herege religioso apaixonado. Mitos, geralmente, têm um elemento de verdade por trás deles, mas quantas variedades newtonianas são verdadeiras? Aqui estão dez das mais comuns, desmascaradas ou confirmadas pela evidência de seus próprios papéis privados, mantidos ocultos durante séculos e agora disponíveis gratuitamente online.

10. Newton foi um herege que tinha que manter em segredo suas crenças religiosas.

533644468_3ac3f8f4ba_b
Monumento dedicado à Newton, no Trinity College. A instituição existe para dar a seus membros grandes recursos e um lugar intelectual para inspirar a educação e a pesquisa.

Verdade. Enquanto Newton participava regularmente da capela, ele se absteve de tomar ordens sacras no Trinity College. Nenhuma desculpa oficial sobreviveu, mas numerosos tratados teológicos deixam perfeitamente claro porque ele se recusou a se tornar um clérigo ordenado, como seus companheiros da faculdade eram normalmente obrigados a fazer. Newton acreditava que a doutrina da Trindade, em que o pai, o filho e o Espírito Santo recebiam status igual, foi o resultado de séculos de corrupção da mensagem cristã original e, portanto, falsa. O mais famoso companheiro do Trinity College era, de fato, um anti-trinitário.

9. Newton nunca riu.

Isaac Newton_1

Falso. Existem apenas duas instâncias específicas que sabemos com certeza que o grande homem riu. Uma deles foi quando um amigo a quem ele havia emprestado um volume dos Elementos de Euclides, perguntou à Newton qual era o ponto dele, o que deixou Isaac muito feliz: ”A questão é que se você tem que perguntar o que é o ponto de Euclides, você já perdeu com isso.”  Hahahaha… tão engraçado.

A segunda vez que Newton riu foi durante uma conversa sobre sua teoria de que os cometas inevitavelmente iriam colidir com as estrelas em torno das quais estes orbitam. Newton observou que esta teoria seria aplicada não somente para outras estrelas, mas para o Sol também e riu enquanto observava o seu interlocutor John Conduitt se preocupar demais com isso.

8. Newton foi um alquimista.

12newtspan-articleLarge

Verdade. Manuscritos de alquimia compõem cerca de um décimo das 10 milhões de palavras de escrita privada que Newton deixou na sua morte. Este arquivo contém poucos tratados originais escritos por Newton mesmo, mas o que permaneceu nos diz como ele avaliou a credibilidade de autores misteriosos e de seu trabalho. A maioria são cópias de escritos de outras pessoas, juntamente com receitas, um índice de tempo alquímico e cadernos de laboratório. Este material intrigou e decepcionou muitos que o encontraram, tais como o biógrafo David Brewster, que lamentou ”como uma mente tão poderosa e tão nobremente ocupada com as abstrações de geometria e o estudo do mundo material, poderia ser um copista do trabalho de alquimia mais desprezível, produzido obviamente por um tolo e um valete.” Enquanto Brewster tentou varrer a alquimia de Newton para debaixo do tapete, John Maynard Keynes escreveu provocativamente que Newton foi o ”último dos mágicos” em vez do primeiro rei da razão.

7. Newton acreditava que a vida na Terra (e provavelmente em outros planetas do Universo) foi sustentada pela poeira e outras partículas vitais das caudas dos cometas.

west

Verdade. No livro 3 do Principia, Newton escreveu extensivamente sobre como o vapor rarefeito na cauda de um cometa havia sido atraído eventualmente à Terra pela gravidade, onde era necessário para a conservação do mar e fluidos dos planetas. Este vapor, segundo Newton, também foi provavelmente responsável pelo ”espírito”, que constitui a ”mais sutil e útil parte do nosso ar”, e muito necessário para sustentar a vida de todas as coisas que existem conosco.

6. Newton era um gênio autodidata, que fez suas descobertas fundamentais em matemática, física e óptica sozinho em sua casa de infância de Woolsthorpe enquanto esperava o fim dos anos da peste entre 1665-1667.

Isaac Newton representado por um ator, na série Cosmos - A Spacetime Odyssey, de 2014. Créditos: FOX
Isaac Newton representado por um ator, na série Cosmos – A Spacetime Odyssey, de 2014. Créditos: FOX

Falso, embora isto seja complicado. Um dos principais tesouros que estudiosos têm procurado nos jornais de Newton é a evidência de seu gênio científico e de seu método, que costumava usar com suas descobertas. É verdade que a realização intelectual de Newton supera a de seus contemporâneos. Também é verdade que com 23 anos, Newton fez progressos impressionantes sobre o cálculo e suas teorias da gravidade e da luz enquanto um hiato havia sido induzido na sua graduação pela praga no Trinity College. Existem evidências para essas descobertas em cadernos que ele salvou o resto da sua vida. No entanto, cadernos mantidos aproximadamente na mesma época, durante seus dias de estudante e seu chamado annus mirabilis, demonstram também que Newton leu e tomou cuidadosos notas sobre o trabalho dos principais matemáticos e filósofos naturais, e que muitas das suas descobertas devem muito a eles.

5. Newton encontrou códigos secretos numerológicos na Bíblia.

Verdade. Como seus colegas analistas das Escrituras, Newton acreditava que havia importantes significados ligados aos números encontrados lá. Em um Tratado Teológico, Newton argumenta que o Papa é o anti-Cristo, baseado em parte na aparência na escritura do número do nome da besta, 666. Em outro, ele expõe sobre o significado do número 7 e a relação do número de trombetas, frascos e trovões encontrados na revelação.

4. Newton tinha uma grafia horrível, como todos os gênios.

Screen-shot-2011-12-12-at-2.04.45-PM-e1323727567262Falso. O manuscrito de Newton é geralmente claro e fácil de ler. Isso mudou um pouco por toda sua vida. A letra dele juvenil é ligeiramente mais angular, enquanto que em sua idade avançada, ele escreveu em uma mão mais aberta e arredondada. Mais desafiador do que decifrar a letra dele é algo fazer sentido nos rascunhos que Newton trabalhou pesadamente, que estão lotados com as exclusões e adições. Ele também deixou muitos rascunhos muito arrumados, especialmente da sua obra sobre a história da igreja e doutrina, e alguns de seus catálogos do século XIX, suspeitosamente limpam provas de que Newton teria caído no amor com sua própria caligrafia.

3. Newton acreditava que a Terra havia sido criada em sete dias.

63e3cd45a0a5f3430f2493be8c528281_hVerdade. Newton acreditava que a Terra fora criada em sete dias, mas ele assumiu que a duração de uma revolução do planeta no início das épocas era muito mais lenta do que é hoje.

(Imagem ao lado ironizando e comparando as equações de Maxwell com o primeiro versículo da bíblia, no qual Deus criou a luz no primeiro dia).

2. Newton descobriu a gravitação universal, depois de ter visto uma maçã cair de uma árvore.

Isaac e a maçã

Falso, embora o próprio Newton foi em parte responsável por este mito. Buscando escorar seu legado no final de sua vida, Newton disse a várias pessoas, incluindo Voltaire e seu amigo William Stukeley, a história de como tinha observado uma maçã cair de uma árvore enquanto esperava em Woolsthorpe o fim da praga entre 1665-1667. (Ele nunca disse que ela bateu na sua cabeça). Naquele tempo Newton foi atingido por duas ideias-chave — que maçãs caem direto para o centro da Terra sem nenhum desvio e que o poder atrativo da Terra se estende além da atmosfera superior. Tão importante como são, esses insights por si só não foram suficientes para Newton descobrir a gravitação universal. Esse salto final deslumbrante, veio cerca de vinte anos mais tarde, em 1685, depois que Edmund Halley perguntou à Newton se ele poderia calcular as forças responsáveis por uma uma órbita planetária elíptica.

1. Newton morreu virgem.

isaac-newton-meme

Quase certamente verdade. Um pouco de evidência vem através de Voltaire, que ouviu isso do médico de Newton, Richard Mead, e escreveu sobre em suas cartas na Inglaterra, salientando que, ao contrário de Descartes, Newton ”nunca era sensato para qualquer paixão, não temia as fragilidades comuns da humanidade, nem nunca teve qualquer comércio com as mulheres.” Seu mais substantivamente status ao longo da vida era como solteiro piedoso auto proclamado que repreendeu seu amigo Locke por tentar ”envolvê-lo” com as mulheres e que escreveu apaixonadamente sobre como outros homens piedosos esforçaram-se para domar a sua luxúria.

2

CONTINUAR LENDO
Artigo anteriorA física da música
Próximo artigoNASA coloca a geologia de Plutão no mapa
Ruan Bitencourt Silva
Nativo de Lages, Santa Catarina, eu sou cético, liberal, secularista, humanista, ateísta, roqueiro punk, flamenguista e um fã assíduo da ciência, da música, do esporte, da literatura e da cinematografia. Apaixonado por rock e pelo Universo, sonho em me tornar um guitarrista e astrofísico profissional (e, quem sabe, ser premiado com um Nobel e/ou um Grammy). Sou constantemente inspirado todos os dias por bandas como Nirvana, Legião Urbana e Green Day, por músicos como Kurt Cobain, Renato Russo e Billie Joe Armstrong, e por personalidades históricas como Carl Sagan, Isaac Newton e Albert Einstein. Atualmente ocupo meu tempo compondo músicas, escrevendo textos, lendo, tocando guitarra, e assistindo minhas séries preferidas. Pretendo, nos próximos anos, iniciar um bacharelado no ramo da Física, e após o término deste, construir uma pós-graduação voltada ao ramo da Astronomia. Se por ventura esse plano não der certo, seguirei a carreira como guitarrista e compositor, seja em uma banda completa ou até mesmo em uma carreira solo.