Albert Einstein nunca falou que Nikola Tesla era o homem mais inteligente vivo na Terra

0
132

“Um mendigo envolto em púrpura que pessoas ignorantes tratam como um rei.” — Nikola Tesla, sobre Albert Einstein, em entrevista para o New York Times de 11 de julho de 1935

Certa vez perguntaram a Albert Einstein qual era a sensação de ser o homem mais inteligente a estar vivo na Terra. Ele teria prontamente respondido: “Eu não sei, você tem de perguntar para Nikola Tesla”. Nos últimos anos, essa suposta citação do inventor da Teoria da Relatividade tem ganhado grande fama na internet. Mas seria ela uma resposta verdadeira de fato?

Uma lenda sustentada por usuários da internet

Provavelmente não. Nos últimos anos, Nikola Tesla começou a ganhar um culto de seguidores online. Muitas de suas descobertas foram anunciadas como avanços revolucionários que estavam à frente de seu tempo. Ele também recebeu um status de “injustiçado”, já que supostamente teria perdido o crédito de muitas de suas invenções para outros inventores (uma alegação exagerada e mentirosa, longe de ser precisa historicamente). Mas não estamos aqui para discutir a grandeza ou a inteligência de Tesla. Estamos aqui para discutir a veracidade da citação de Einstein.

Então, por que essa história é provavelmente falsa? Há várias razões para isso, sendo a principal a completa e total falta de provas.

Imagens encontradas em sites como o Pinterest não possuem fontes e são comumente encontradas ao lado de outros macros de imagem sobre teorias da conspiração. Alguns locais fornecem como fonte The Mind Unleashed, um site pseudocientífico conhecido por ser woo-peddling e clickbait e por ter uma propensão a deturpar dados de estudos e apresentá-los como fato científico para seu próprio benefício.

Além disso, o contexto da citação faz parecer que Einstein admirava Tesla e o respeitava. No entanto, a relação entre Tesla e Einstein era muito controversa e eles pareciam não se dar bem.

Longe de serem amigos, Tesla e Einstein viviam trocando farpas

Desde o momento em que a Teoria da Relatividade de Einstein se provou verdadeira, ele ganhou um status de celebridade. Ele foi seguido, admirado e ouvido em todo o mundo e onde quer que fosse. Ele era como uma verdadeira estrela do rock da época. No entanto, a adoração não veio de todos os lugares, e muitos na comunidade científica se opuseram abertamente à sua Teoria da Relatividade, que agora se tornou universalmente aceita como fato científico. Entre aqueles a discordar abertamente estava Nikola Tesla. Na verdade, ele não gostava de Einstein.

No final da década de 1920, Tesla escreveu o poema Fragmentos de fofocas olímpicas, que cita Einstein diretamente pelo nome:

“Agora um excêntrico de cabelos compridos, de nome Einstein,

Coloca em seu alto ensino toda a culpa”.

Era apenas o começo de sua aversão aberta pela maior mente científica da época. Ele seguiu com uma entrevista ácida para a edição de 11 de julho de 1935 do New York Times. Nela, Tesla descreve Einstein e a Teoria da Relatividade como:

“Um mendigo envolto em púrpura que pessoas ignorantes tratam como um rei. Uma massa de erros e ideias enganosas violentamente opostas aos ensinamentos de grandes homens da ciência do passado e até ao bom senso. Uma teoria que envolve erros e falácias e os reveste em magníficos trajes matemáticos que fascinam, deslumbram e cegam as pessoas para os erros subjacentes. Seus expoentes são homens muito brilhantes, mas eles são metafísicos e não cientistas. Nenhuma das suas proposições foi provada”.

Ele também afirmou que “havia detectado partículas do Sol que excederam muito a velocidade da luz”, o que refutaria a Relatividade Especial. Além disso, fez duras críticas ao conceito de curvatura do espaço-tempo, proposto por Einstein na Teoria da Relatividade Geral:

Sustento que o espaço não pode ser curvo, pela simples razão de que ele não pode ter propriedades. Só podemos falar de propriedades quando tratamos da matéria preenchendo o espaço. Dizer que na presença de grandes corpos o espaço se torna curvo equivale a afirmar que algo pode agir sobre nada. Eu, por exemplo, recuso-me a subscrever tal opinião”.

Você pode ver que havia pouca admiração por Einstein por parte de Tesla, mas o contrário também acontecia. Embora longe de ser tão abertamente crítico de Tesla quanto Tesla era dele, Einstein se absteve de admiração aberta por suas realizações. Quando Tesla foi capa da revista Time em 1931, Einstein foi convidado para uma citação, limitando-se a escrever apenas um breve comentário:

Como um eminente pioneiro no campo das correntes de alta frequência, eu o parabenizo pelos grandes sucessos do trabalho de sua vida”.

De Einstein a Hendrix: um mito que atravessa gerações

Considerando tudo o que foi dito nesse artigo, seria correto supor que Einstein considerava Nikola Tesla o homem mais inteligente vivo na Terra? Não é provável. E se realmente a famosa citação tivesse sido dita, provavelmente teria sido em tom de brincadeira e sarcasmo, em vez de admiração aberta e honesta.

Embora Einstein muitas vezes brincasse e fizesse piadas, esse tipo de comentário não parecia ser de sua natureza. Na verdade, tal citação parece ser mais uma cópia de outro mito urbano popular sobre Jimi Hendrix que também provou-se falso:

(…) Jimi Hendrix esteve no Tonight Show uma vez no final dos anos 60. Johnny Carson se virou e perguntou para ele como era ser o maior guitarrista de todos os tempos.

Hendrix respondeu rapidamente:

Não sei. Você precisa perguntar para Phil Keaggy”.

Soa familiar, não? Para dizer a verdade, toda essa história parece mais um mito moderno da internet projetado para sustentar um campeão viral do que palavras reais ditas pelos próprios homens. Na verdade, a primeira referência à citação só apareceu em 2010, mais de meio século após a morte de Einstein. Como disse uma vez Abraham Lincoln, “não acredite em tudo que você lê na internet”.

Todas as referências bibliográficas citadas no artigo:

Um exemplo de imagem no Pinterest que atribui o site The Mind Unleashed como a fonte para a citação

Um artigo da RationalWiki desmascarando o site The Mind Unleashed

A versão completa do poema Fragmentos de fofocas olímpicas, na qual Tesla debocha da aparência de Einstein

O comentário de Einstein para a edição de 20 de julho de 1931 da revista Time, que celebrava o 75º aniversário de Tesla 

Um artigo de Tesla para a edição de 24 de fevereiro de 1932 do New York Times, na qual afirma que havia detectado partículas do Sol que excederam muito a velocidade da luz

Uma entrevista de Tesla para a edição de 11 de julho de 1935 do New York Times, na qual Tesla despreza Einstein e a Teoria da Relatividade

Um artigo de Subhash Kak publicado em 2017 na revista científica Current Science que contém diversas críticas de Tesla ao conceito de curvatura do espaço-tempo

Um artigo de David Mikkelson no site Snopes desmentindo um mito semelhante envolvendo os guitarristas Jimi Hendrix e Phil Keaggy

Artigos desmentindo mitos sobre Einstein e Tesla:

Os mitos relacionados a Albert Einstein

Os mitos relacionados a Nikola Tesla

Desmascarando frases erroneamente atribuídas a Einstein

Desmascarando o mito de Tesla: fatos falsos sobre o inventor que dão a ele mais crédito do que merece

É verdade que Einstein era um péssimo aluno na escola?

Nikola Tesla: o homem mais superestimado da história da ciência

Einstein respondeu “Pergunte a Tesla” quando perguntado como era ser o homem mais inteligente vivo?

Uma vez perguntaram a Albert Einstein qual era a sensação de ser o homem mais inteligente vivo. Ele respondeu: “Eu não sei, você tem de perguntar para Nikola Tesla”. Essa conversa realmente aconteceu?

Perguntaram a Einstein como era ser o homem mais inteligente do mundo e ele respondeu que teriam de perguntar a Nikola Tesla